Mais uma fêmea insubmissa calunia os homens de bem

Ministra

Sra. Ministra Calmon, que invés de ir cuidar dos netos fica perseguindo os homens de bem da justiça.

Fêmea insubmissa alçada erroneamente à corregedora de um conselho sem qualquer serventia, ousa afirmar que até 1,6% da classe de homens probos e justíssimos acima de qualquer suspeita, possa estar  comprometida com recebimentos indevidos e ainda se beneficiar de auxílios habitacionais.

Como se homens tão probos não precisassem de abrigo para si e suas famílias, com os reduzidos salários que recebem. Afinal quem ela pensa que é?

Nomeada por usurpadores Dillmolullistas para o cargo de Corregedora, a mulher linguaruda é hoje defendida por marxistas infiltrados na Gazeta Frias de SP e em outros sítios de homens bons, que as claras fazem o proselitismo político de esquerdistas jurássicos, cujo pequeno trecho transcrevo apenas para conhecimento dos confrades, a que ponto chegou a pregação contra os valores da civilização judaico-feudal-cristã:

“As entidades de classe da magistratura e o ministro Peluso não querem dar satisfações à opinião pública. Não enxergaram que o Brasil mudou. Não aceitam que a sociedade faça uma distinção entre o que é legal e o que é moralmente correto. Apelam ao formalismo jurídico, esquecendo-se de que o direito não é imutável. Por isso, não querem jogar luz sobre pagamentos milionários de auxílio-moradia dos anos 90. “

O restante do artigo cuja leitura não recomendo aos bons amigos udenistas menores de 90 anos, está no endereço: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/kennedyalencar/1025558-cnj-merece-estatua.shtml

E continua a fêmea intrometida a acusar:

“Eu só tenho a lamentar, pois isso é fruto de maledicência, da irresponsabilidade de entidades como AMB, Ajufe e Anamatra que, mentirosamente, desinformam a população”, declarou Eliana, para quem as associações agem de forma corporativista para desviar o foco dos desmandos praticados por setores da magistratura e “enfraquecer a autonomia” do CNJ. “Temos a prerrogativa de barrar qualquer iniciativa corrupta no Judiciário.”

Eliana dos dedões

Isso que dá ficar nomeando mulheres para os lugares dos homens de bem

Como se isso não bastasse essa senhora que tem mandato até 8 de setembro à frente do CNJ, disse que 45% dos magistrados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) não haviam repassado as informações do imposto de renda, e acrescentou que o Ciafi detectou 150 transações atípicas naquela corte – a maior do país, com o maior registro de supostas irregularidades, embora a ministra considere o número baixo, proporcionalmente. “Por isso comecei por São Paulo.” Os dados em análise no CNJ são referentes a um universo de mais de 45 mil servidores e dois mil juízes.

Ora, não se pode tolerar tal conduta inadequada, ainda mais vindo de alguém que não passa de uma fêmea insubmissa, tal qual a búlgara-que-ainda-derrubaremos e aquele pelotão ministerial de saias por ela indevidamente nomeado.

Deve essa senhora ser transferida imediatamente ao interior de Roraima para catar coquinhos ou ainda melhor,  mandada sumariamente para casa esquentar o umbigo no fogão, cuidar dos meninos e fazer bolinhos, em vez de ficar se intrometendo na vida alheia, fazendo fofocas, falando abobrinhas apenas por terem homens probos justíssimos recebidos pequenos óbulos sociais pagos pela gentalha, para poderem fazer justiça, que como sabemos, a um custo baixíssimo, é rápida, cega e para todos na Terra de Vera Cruz, “duela  a quiem duela”, como dizia aquele nosso antigo bom presidente injustamente cassado pela petralhada e por elementos subversivos, ao revel do principal órgão de nossa imprensa global que o elegeu para tentar nos salvar do comunismo ateu.

33 comments for “Mais uma fêmea insubmissa calunia os homens de bem

  1. 10 de fevereiro de 2012 at 21:21

    Fêmeas inferiores como essa deveriam estar costurando. É essa a desgraça da família brasileira.a

  2. Morvan
    1 de janeiro de 2012 at 18:27

    Boa tarde.

    Mais uma afronta aos nossos probos homens de benz. Esta senhora é muito audaz! também, depois da vitória da búlgara, tudo é possível. Bons tempos aqueles em que as mulheres viam novelhas e nós, os homens de benz, discutíamos e fazíamos a política.
    Agora, não. Qualquer anciã piteca vem calar a nós, os machos-alfa. De afronta em afronta, acabaremos por perder totalmente o poder pra elas, as fêmeas, outrora reconhecedoiras do seu lugar.
    O que fazer, iluminado Mestre Ari?
    Estamos perdendo a guerra.

    😉

    Morvan, Usuário Linux #433640.

  3. FabioREM
    31 de dezembro de 2011 at 20:34

    Judaico-feudal-cristã? hahahaha, essas tuas sao ótimas, como a do Mefisto de Garanhuns.

  4. Alberto Santos Neto
    31 de dezembro de 2011 at 14:09

    Este artigo é uma bela homenagem a Corregedora do CNJ Ealiana Calmon.

  5. D. Sebastião
    30 de dezembro de 2011 at 0:52

    Confrades, Magister, Nobre Pharaó:

    Mal tenho palavras para externar meu repúdio as atitudes dessa senhora que deveria estar em casa a cuidar dos netos.
    Como ousa a mesma afrontar nossos homens bons! Temos desembargadores e Juízes do Supremo do quilate do Dr. Macabu e Dr. Mendes, só para citar dois, que fazem inveja à qualquer corte do mundo civilizado, e esta senhora vêm com este CNJ criado sei lá porque, a mando de sei lá quem, fazer afrontas aos juízes que, por algum motivo, não entregaram sua declaração de bens!
    Isso é fugir ao Estado Democrático de Direito dos Homens Bons e de Benz!!!
    Vou fazer nova novena a São Serapião para que o mesmo ilumine a mente dessa senhora.

  6. Pakatatu
    29 de dezembro de 2011 at 23:26

    Velhotes e senhorinhas, boa noite.
    Assim, de passagem, fiquei com dózinho de vossas tucanescências, ora tão combalidas. Para dar algum alento aos vossos coraçõezinhos macróbios ( o espírito natalino baixou em mim, este singelo video. Miserere nobis!
    http://www.youtube.com/watch?v=sjAxcPMdX0s

  7. Vladimir
    29 de dezembro de 2011 at 13:55

    Saindo do contexto da matéria, e coma palavra o Sr. Ricardo Boechat.
    O que aconteceu com a parcialidade da Band News FM, eu não sei explicar… Gostaria que ele (Boechat) repetisse tudo o que disse no Jornal da TV Bandeirantes.
    Abra o link e ouça (Veja não)

    http://www.youtube.com/watch?v=xu0nt_sY72k

    • D. Sebastião
      30 de dezembro de 2011 at 0:42

      Que ousadia! Por certo é uma montagem grotesca, pois o Boechat não diria tamanhas sandices contra nosso confrades do bico grande.
      Valei-nos São Serapião!

    • 10 de fevereiro de 2012 at 22:47

      Dizem que os autores de tal montagem tosca e inverossímil residem aqui em Saints, região da Saint Vincent Island-SP…

  8. Donoso Cortés, Marqués de Valdegamas
    29 de dezembro de 2011 at 12:59

    Todos aqui no Valle de la Serena estamos consternados. Essa senhora é uma mácula, um verdadeiro ultraje à dignidade feminil, dignidade representa pela bela Verônica, a santa, que traz no nome a face do redentor – vera icona –, que tem sido, nestes tempos sombrios, objeto de acintes, vilipêndios, injúrias, infâmias e inveja por parte da Cristina e dos agentes das Farcs, da embaixada venezuelana, das disposições do testamento do Kim Jong-il, das máfias chinesa, russa, japonesa e moçambicana, do lulodilmopetismo patrocinadores de um ignominioso panfleto de um colunista social que afirma que a pia mulher teria tomado posse do retrato do Salvador de modo torpe e fraudulento – o teria chantageado com intrigas sobre suas relações com as filhas virgens de Marta. Quando é do conhecimento de toda a hierarquia terreal e celestial que a pia mulher desejava retratar a aparência daquele que a livrara do infortúnio – os sangramentos contínuos de que padecia, e, que Jesus, sabedor do fato, pediu-lhe o véu e deixou impresso seu semblante. É verdade que Pietro di Mallio (também conhecido como Pedro Malan) atesta, sob a fé dos antepassados, que o Salvador havia impresso o seu rosto sobre o sudário conservado em S. Pedro durante a agonia no Jardim das Oliveiras. E que, por influência de Rogerio D’Argenteuil (também conhecido como Rogério Ceni), e sobretudo do dossiê do VI passo da Paixão de Mercadé (adivinhem), começou a divulgar-se a história que a impressão do sagrado rosto da Verônica tivesse acontecido durante a saída para o calvário, quando uma mulher com gesto corajoso e piedoso enxugou o rosto do Salvador banhado de sangue e suor.
    Urge promover um desagravo contundente a Verônica, impondo seu culto à malta na 25 de março. Basta lembrar que, em Paris (ah! A civilização!), Santa Verônica (Santa Venisse) é a patrona da confraria das lavandeiras e engomadeiras, com sede em São Eustáquio. Invocada contra os males viscerais e da cabeça e é também a patrona do Google imagens.
    @Que ela no guie nestes tempos sombrios!

    • Pe. Iscariotes
      29 de dezembro de 2011 at 15:52

      Denso Orador Marques de Valdegamas:
      Es cosa que admira el ver de qué manera en todas nuestras cuestiones políticas tropezamos siempre con la teologia.

      Tenho a impressão que algumas coisas ficara um pouco “emboladas” e como clérigo, humildemente me disponho a dar minha pequena contribuição, coisa que sempre faço, mesmo que seja apenas um ósculo.

      As Verônicas (sim, são várias tem o clã Dantas entre outras), são aquelas personagens que participam das procissões cantando e lamentando, sendo que os versos foram recentemente atualizados no Latin :
      “o vos omnes qui transitis per viam adtendite et videte si est dolor sicut dolor meus quoniam vindemiavit me ut locutus est AMAURY RIBEIRO in die iræ furoris sui”

      Traduzindo:

      Näo vos comove isto a todos vós que passais pelo caminho? Atendei, e vede, se há dor como a minha dor, que veio sobre mim, com que o SENHOR AMAURY me afligiu, no dia do furor da sua ira.

      Quanto à mulher com hemorragia citada, nobre Marques, portanto uma filha do Clã dos Sanguessugas, estando a mesma em outra passagem nos evangelhos:
      “Marcos 5:30 Jesus, reconhecendo imediatamente que dele saíra poder, virando-se no meio da multidão, perguntou: Quem me tocou nas vestes?” As vestes naquela época eram muito simples, comparadas ao luxo da Daslu.

      Quanto ao Sudário de Turim , este já esteve em posse da família de um frequentador deste sítio, o nobre Sabóia, que gentilmente o doaram ao Vaticano. Não representa as tentações do Getsemani, que foram retratadas por Beethoven na bela obra “Jesus no Monte das Oliveiras” e sim o véu de linho usado para os preparatórios funerários do Messias.

      Interessante vossa informação sobre Santa Verônica, a que proteje as cabeças contra bolinhas e bolinações indevidas.
      Amém.

      • Donoso Cortés, Marqués de Valdegamas
        29 de dezembro de 2011 at 16:53

        Reverendíssimo, sua benção! Brevis esse laboro: obscurus fio.
        Verônica é o nome dado nos Apócrifos de Pilatos à hemorroíssa curada por Jesus (Mt 9, 20-22; Mc 5, 25-34; Lc 8, 43-48), proprietária do “Rosto Santo”, e cognome de Marta, identificada com a hemorroíssa no Pseudo Ambrósio e em outros. Todo o Atos de Pilatos chama Bernice ou Berenice (texto grego) ou Veronica (texto latino, coopta, siríaco) a hemorroíssa curada por Jesus. A Mors Pilati precisa o modo como ela toma posse do retrato de Cristo.
        Sim, são várias as Verônicas. Relaciona-se aos ícones que reproduzem o rosto de Cristo cujo protótipo encontramos na célebre imagem de Edessa, transportada em 944 para Constantinopla. Não me refiro ao sudário de Turim, mas ao de S. Pedro, a vera icona, verdadeira imagem, que a 3ª. Lição do II Noturno da festa de Santa Verônica no breviário ambrosiano de 1513, explica como a Igreja Católica se viu na posse da preciosa relíquia: a Verônica a deixou por testamento ao papa São Clemente I.

      • Madalena da Vila
        29 de dezembro de 2011 at 21:44

        Assim dá também pra concluir facinho que Mozart era vidente, e a Lacrimosa se referia à choro e ranger de Dantas, ops, de dentes dessa dama aqui mencionada, bem como o Dies Irae era já uma referência ao livro do Amaury, que pode fazer um certo mundo virar cinza, como se anuncia nessa parte do Requiem.

      • Vivi
        29 de dezembro de 2011 at 22:02

        Padre Iscas (peguei esse apelido da Vip… cadê ela?),
        O Denso Confrade chutou certinho. Foram os jesuítas bolandistas que escreveram sobre essa santa.

        Recomendo também a versão tupiniquim de “A dupla vida de Veronica”: uma reside em Sumpaulo e a outra se divide entre praias e umas ilhas que não têm nada a ver com o sudário que, aliás, teria sido confeccionado com tecidos doados por quem? por quem? Pelos conterrâneos de Ramsés II, bem antes de o nobre Sabóia passar a mão nele.

        E já que a hagiografia da moça está comprovada, proponho um lugarzinho no santuário de cada um para Santa VerônicaS, ao lado de Serapião et alii.

    • Sílvio Caldas
      29 de dezembro de 2011 at 16:30

      Nobre Confrade Marqués de Valdegamas
      Fui às lágrimas lendo o seu texto Magistral.
      Lembrei da minha infância, quando, à luz de velas, lia as fábulas fabulosas do Comunista Millor.

      Veja esta:
      “Quando Tongo Tango, interrogado por Jango Lomango sobre a morte de seu pai, respondeu que ele tinha morrido depois de comer patê de foagrá (pasta feita com fígado de ganso), Lomango se espantou:

      -- Como? O fígado estava podre?

      -- Não – explicou Tongo Tango -, estava bom. Mas todos sabem que não se deve comer fígado de ganso, porque é uma coisa terrivelmente tóxica. Mortal.

      -- Que bobagem mais boba! – riu-se Lomango. – Se o fígado de ganso fosse tóxico, os gansos não andariam por aí, lampeiros. Não resistiriam ao próprio fígado.

      -- Resistem – concordou Tongo -, mas resistem pouco. Os gansos vivem 2% do que vive o ser humano exatamente por causa do fígado.

      Lomango calou-se, abalado. E como ele próprio possuía um ganso, nessa noite, na surdina, pegou um facão, foi ao quintal, abriu o ganso e lhe tirou o fígado. E ao ver que o ganso morria, concluiu sabiamente:

      -- Tongo tem toda razão. Se o fígado fora do ganso lhe faz tanto mal, imagina se permanecesse mais tempo lá dentro.”

  9. 29 de dezembro de 2011 at 10:27

    Nobre Pharaoh
    Esta fêmea insubmissa que se cuide.
    Pois para o líder maior dela, Chávez, “…os Estados Unidos podem ter desenvolvido uma tecnologia para causar câncer nos chefes de Estado. Cristina Kirchner anunciou estar com câncer na tireoide na noite de terça-feira, tornando-se a quinta líder do bloco a ter o problema de saúde…”

    http://oglobo.globo.com/mundo/chavez-eua-produziu-tecnologia-para-causar-cancer-em-latinos-3528290

    Atenção: Só comunista pega câncer.
    Acho que o marxista de Caracas além de câncer contraiu Alzheymer.

    • DEMÔ
      29 de dezembro de 2011 at 20:16

      bocudo que brinca com doença também………kkkkkkkkkkkkkkkkk

  10. Baronesa do Regolargo
    29 de dezembro de 2011 at 9:16

    Sou mais a meiguice e inocência daquela mocinha da Decidir.com !

  11. Lacucara de Roma Negra
    29 de dezembro de 2011 at 5:21

    Queridos, ouvi falar sobre essa fêmea. Mas infelizmente ainda não conheço seu rosto, nas fotografias aqui só aparece sua blusa e anéis. Também, pudera, fêmea e nordestina no poder, são coisas que não fazem parte dos meus códigos inteligíveis. #PartiOscarFreire

  12. alirio
    29 de dezembro de 2011 at 3:34

    Não tô nem aí prá essa véia pulguenta! Chamem o Cachorrinho!
    Aqui, neste sítio, especialmente frequentado por homens bonz e mulheres muito boas, tão carecidas de grandes afagos, não haverá espaço para esse tipo de cultura de sifonápteros!
    Que são Serapião dê um jeito nela!

    • Cachorrinho Pulguento
      29 de dezembro de 2011 at 7:42

      Estais a zoar com a minha cara Delírio, digo Alirio?
      Chamais a excelentíssima calma de “pulguenta”? Eu, Cachorrinho Pulguento não gostei, não!

      Pela expressão das fotos no post, Aposto que ela está cantando para os homens bons a seguinte musica: Se te pego não te largo; se te agarro não te deixo; Vem aqui me dar um beijo.

      • Cachorrinho Pulguento
        29 de dezembro de 2011 at 8:03

        Nota: Para os “1,6% classe de homens bons, probos e justíssimos acima de qualquer suspeita” a musica fica reduzida:
        Se te pego não te largo; se te agarro não te deixo… e é sem beijinho!

  13. emerson57
    28 de dezembro de 2011 at 23:42

    tio hari, o maior do mundo.
    pharaoh, o antigo,

    aqui:
    “45% dos magistrados do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) não haviam repassado as informações do imposto de renda”.

    essa verdade nos causa ojeriza e uma grande revolta.
    os outros 55% rebaixaram-se e entregaram essa peça de ficção porque? para que?

    imposto de renda é coisa de assalariado pobre.
    i’m out!

  14. Coronel Lalado
    28 de dezembro de 2011 at 23:31

    Caros Confrades, prezado faraó,

    Uma sucessão interminável de desastres levou a este monstro, o CNJ que deveria, a que ponto chegamos, controlar o judiciário!! Quem pode querer controlar o judiciário e a mídia senão uma ditadura bulgaro-chavista a soldo de Pyongyang.

    Não há problemas no judiciário, não podemos afirmar que a justiça é morosa, não é verdade, um processo pode ser acelerado ou engavetado por um advogado que saiba manipular o cipoal jurídico a seu dispor que tenha boas relações com a magistratura que surgem, naturalmente, do embate de teses jurídicas embasadas na boa norma.

    Quem torna os processos lentos é a multidão de péssimos advogados que, saídos do prouni, entram com processos que não podem prosseguir por falta de habilidades jurídicas( e são parados pelos advogados de benz) e ou pleiteando estender o manto jurídico a certas classes que a grande justiça não foi feita para servir.

    Agora estamos vendo, estarrecidos, a independência entre poderes, cláusula pétrea da constituição sendo atropelada por esta mefistotélica figura feminino-rubra do CNJ. Precisamos nos solidarizarmos com os bravos juízes que defendem a verdadeira justiça neste país barrando, de peito aberto, mais esta tentativa de golpe do imprensalão-CNJ!!

    É necessário um mínimo de independência dos juízes para fazerem leis, ou, se preferirem, interpretações legais, também conhecidas como jurisprudência, que corrigem o besteirol-populista produzido no legislativo. As súmulas vinculantes também homogeneizam a forma da interpretação da lei dando-lhe calor jurídico. Um exemplo recente e clássico da sua funcionalidade é a súmula do uso das algemas, ou lei das algemas, gerada por uma necessidade imediata e premente que não encontrava aconchego na letra fria da lei.

    Portanto, conclamo os confrades a redigirmos uma nota de contundente apoio ao esforço do STF em emitir mais uma bula papal acabando com este CNJ!!!!

  15. mussaadolf
    28 de dezembro de 2011 at 22:07

    COM OS OME DO judiciário, NUM PÓ FALÁ.VÃO CONTINUAR NA DÊLES CADA VÊZ MAIS.

  16. ORRAIO
    28 de dezembro de 2011 at 20:36

    Tá fazendo falta naquele planalto uma boa lavanderia com dezenas de tanques repletos de roupa suja para lavar, dada a quantidade de fêmeas insubmissas que grassam por aquelas paragens.
    A filha do mais preparado, a Verônica, poderia dar importante colaboração com o leiauti da instalação.

    • sonia
      29 de dezembro de 2011 at 0:31

      “VeronicaS” a serra e a dantas estas sim são senhoras de bens…as outras não LAVAM…Só servem para fazer arruaça …mau exemplo da bulgaralulopetistachavezcomunista…sarava

  17. Comendador Phyntias
    28 de dezembro de 2011 at 18:05

    Saudações nobre e redivivo Faraó: Vossa sabedoria, herdada é claro das sagradas fontes de Hórus, Amon e Rá, nos dá agora um suspiro de alívio diante desse descalabro. Como se não bastasse essa Búlgara Avermelhada entrar no Air Marine One e se mandar pras Bahias, ainda temos que aguentar mulher metida a juíz, excercendo um munus que deveria ser apenas de nós, homens bons, capazes de enfrentar no peito (opssss…) no braço e na raça essa corja que tomou conta do Paiz. Eu mesmo tenho amigos magistrados que têm seus negócinhos e muitos bens. E daí? Que isso tem a ver com o exercício da magistratura. Afinal, já nos dizia aquele nosso ministro magro ou coisa tal, que “juiz também é humano, uai!!!”. Saudações meritórias e submissas.

    • DEMÔ
      29 de dezembro de 2011 at 20:15

      hahahahahhah…………..Eu já tenho gente de toga que rouba a rodo………kkkkkkkkkkkkkkkk

  18. Minima de Malis
    28 de dezembro de 2011 at 17:35

    É, já não se fazem mais corregedoras do naipe daquela do caso da policial civil de Sumpaulo que sabe que “dura lex sed lex”. Ou não.

  19. Deoclécio Damião Styzcnonovic
    28 de dezembro de 2011 at 16:58

    Alvíssaras
    Mercedes non morió.

    • Deoclécio Damião Styzcnonovic
      29 de dezembro de 2011 at 9:48

      A foto da Mercedes Sosa sumiu!!!!!
      Estes rackers comunistas estão passando dos limites.
      Lá vai de novo:

Deixe uma resposta para Coronel Lalado Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.