Renault adere ao comunismo e se submete a Chavez

Redstepway

Red Step Way – Carros da montadora serão usados pelos venezuelanos em apoio às ações de guerrilha

Na contramão do mercado mundial e do mundo livre, a montadora Renault se prepara para se submeter ao ditador comunista bolivariano fabricando seus carrinhos naquele país tão castigado pelo bolchevismo. Trata-se de um erro colossal cometido pela direção da empresa, que certamente não lê o semanário dos homens bons e nem assiste os precisos comentários econômicos da bela M. Leitão sobre a falência da economia venezuelana. Este será o começo da bancarrota da montadora francesa. Tal erro só se compara aos erros das montadoras estrangeiras que resolveram abrir fábricas no Brasil apesar o aumento da alíquota de importação, mesmo tendo sido advertidas pela imprensa isenta e imparcial do país. Lamentável!

22 comments for “Renault adere ao comunismo e se submete a Chavez

  1. Vivi
    2 de dezembro de 2012 at 10:40

    Encarro-egado Profi Hari,

    Aproveitando o tema da capacidade analítica de nossa Leitoa de plantão, envio link para uma deliciosa lição de outra de nossas musas analíticas.
    Vejam todos que finalmente nossas musas vão sendo reconhecidas nas academias -- a de Letras já merdalizou seus produtos… faltava a academia propriamente dita.

    http://www.taquiprati.com.br/cronica.php?ident=1008

    Alvíssaras! E um excelente domingo!

  2. General Olympio Mourão Bisneto
    2 de dezembro de 2012 at 9:26

    A mim não surpreende tal adesão e pouco se me importa, eis que aquele país especializado em vinhos, perfumes e queijos sempre demonstrou vocação anarco-comuno-sindicalista. Em França eclodiu a famosa revolução onde hordas de grotescos e pestilentos sans-culottes depuseram a multicentenária, elegante e culta monarquia cristã que tantos benefícios trouxe à arte e à cultura universais, como o Palácio de Versailles e a própria Bastilha que acomodava alguns representantes do Terceiro Estado. Em França eclodiria, posteriormente, a Comuna de Paris, e o nome desse triste episódio é autoexplicativo, diretamente influenciado pelo marxismo internacionalista que já grassava entre aquela sociedade. Em França assistimos, em maio de 1968, aquele bando de esquerdinhas promovendo a desordem e pregando a anarquia, merecendo a reprovação das minorias silenciosas e a ação enérgica das forças de segurança de meu grande colega General Charles de Gaulle, que bravamente impediram que a Europa Ocidental fosse engolida pelo poço negro comunista. Certamente alguns daqueles esquerdinhas de 68 hoje ocupam cargos de direção nessa estatalzinha deficitária, que desesperadamente se lança em busca de mercados onde possa buscar recursos para sustentar sua própria ineficiência. Que morram abraçados e afogados em algum poço de petróleo esses franco-comunistas e aquela hydra marxista caraquenha cujo nome me recuso a pronunciar, escrever ou mesmo nele pensar.

  3. Trabalhadordobancodobrazil
    1 de dezembro de 2012 at 19:40

    To por dentro, meu chefe falou que nosso banco vai emprestar dinheiro pra essa empresa abrir filial na Venezuela. Só tá esperando algum funcionário aparecer lá no escritório.

  4. Dr. Aratinga Weddellii
    1 de dezembro de 2012 at 12:01

    Mestre, Confreiras e Confrades,
    Essa é uma prova irrefutável de que as denúncias da Dra. Myhryamn estão invariavelmente correctas. A cooptação de empresas boas pelo bolchevismo caraquenho é antidemocrática. O golpe de melhorar o padrão de vida daquela escravizada população, vai a galope. Vão comprar autos, sem ler livros! Nem sequer a soma e o resto. Não faz sentido.
    É o bugalho sem alho. É o Piu piu sem frajola, amor sem beijinho, Buchecha sem Claudinho, neném sem chupeta, Romeu sem Julieta, o tucano sem mensalão, o semanário sem cachô.

    • Confiada Aversa
      1 de dezembro de 2012 at 13:12

      Endeusável confrade.
      Lapidar ‘o semanário sem cachô’, eira nem beira!
      Meno male que na foto a carroça da propaganda não é daquela cor púrpura-trotkista-leninista-revanchista e sim de um azul-esperançoso tucano-pedêutico.
      Votos de Paz,Progresso, Tradição, Família, Propriedade partindo do movimento democrático brasileiro e encrustrados eternamente na máquina pública tupiniquin.
      Anauê!

  5. Coronel Lalado
    1 de dezembro de 2012 at 11:52

    Caro Professor,

    Enquanto os pobres banqueiros globalizados recebem seu sopão quente, ajudinhas mínimas e insuficientes de alguns trilhãozinhos de dólares, de governos gastadores e perdulários, que pelo menos assim vêem na necessidade de cortar gastos, vejo horrorizado a iniciativa privada cometendo estes desatinos. Vão vender pra quem? para pessoas que nunca leram um livro? ou o carro já vem com o livro La obra del Presidente Hugo, mal pergunte, este ditador já não tinha morrido ou eu estou muito mal informado?

  6. Mariana Martins
    1 de dezembro de 2012 at 10:41

    Maître onomatopéique

    Les Gaulois ont été les premiers à la politique et ne pense pas que cela va changer maintenant.
    Bijous

  7. Padre Quevedo
    1 de dezembro de 2012 at 10:06

    FORDIANO MESTRE PROFESSOR HARI PRADO

    Por Ford, mestre! (essa expressão é muito citada no livro Admirável Mundo Novo). O que esses franceses “fru-fru” estão querendo? São sempre do contra! Primeiro foram contra a “guerra libertadora” dos ianques no Iraque (não mandaram tropas). Apoiaram a entrada da Nação Palestina na ONU e agora querem fabricar 1.0 na Venezuela? Para que o caraquenho possa se vangloriar?

    Não tem jeito, só uma bomba jogada bem na torre Eiffel para esses “comedores de queijo estradado” tomarem jeito.

    Por falar em Palestina, é mentira que os Judeus e Americanos forma contra a entrada da Palestina (pela porta dos fundos) na Onu. Eles aprovararam.

    Tanto que o primeiro ministro israelense promete intensificar o foguetório contra Gaza para comemorar! E tome belos fogos de artifício na cabeça “de pano” daqueles ingratos!

    E na Cisjordânia, o filho da pátria judeu prometeu a liberação de mais terrenos para os patrícios construirem casas.

    Quer melhor exemplo de boa vizinhança? De como os judeus desejam viver perto de seus irmão Araboushitt?

    Saudações!

  8. Preparado para o Fim
    1 de dezembro de 2012 at 8:38

    Facebook fora do ar. Estoquem comida!

  9. T. Mello Rego
    1 de dezembro de 2012 at 7:51

    Triste fim para uma empresa administrada por homens bons dos olhos azuis. O nome disso é desespero, será que crise econômica que assola este bananal Chamado Estados Unidos do Brazil já chegou as “Oropas”?

    • Cachorrinho Pulguento
      1 de dezembro de 2012 at 11:17

      O pessoal das európias é melhor do que os brasileiros em tudo! Até a crise deles é muito mais forte do que a nossa!

      • T. Mello Rego
        2 de dezembro de 2012 at 0:00

        Nobre Canídeo infestado de ectoparasitas, até os mendigos lá, são melhores que os nossos. Lá em terras de El Rey, quando a Senzala grita que quer comida, a Casa Grande responde: “Por que nom te calas”!

  10. emerson57
    30 de novembro de 2012 at 20:11

    tio hari,
    a última vez que a renalt fabricou algo que prestasse foi essa maravilha:
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=mx7IMZuEk9Q
    em 2014 alckiming governador do chuchuzal, çerra45(vice)

    • emerson57
      30 de novembro de 2012 at 20:12

      u

  11. CYRANO
    30 de novembro de 2012 at 16:21

    Francamente!! Esta empresa deve estar sendo administrada por algum comunista, poste do Lulalelé, acionista maior do Itaú ou Bradesco, esses banquinhos para a ralé trabalhadora trocar seus cheques salários. Enquanto isso, na zona franca de Manaus, um audacioso projeto tem início: a fabricação do 1º automóvel brasileiro, projeto do então progressista Presidente Itamar Franco (embora Zé çerra diga que é o autor). DZIÉN DOBRY!

  12. Otavinho Mesquita Frias Marinho de Civita
    30 de novembro de 2012 at 15:54

    Automobilístico Mestre,

    Não é a toa que milhares de franceses estão abandonando a querida terra do saudoso Philippe Pétain.
    Logo estará sendo ensinado o castelhano com sotaque caraquenho nas escolas francesas!!
    Que l’horreur !!

    http://cdn1.goodmeme.net/store/user_photos/0/18/105_when_france_become_communist…_700.jpg

    • Otavinho Mesquita Frias Marinho de Civita
      30 de novembro de 2012 at 15:56

  13. Ramsés II
    30 de novembro de 2012 at 15:33

    Como diz Mãe Diná e Mãe Miriam do Jardim Botânico(passado, presente e futuro, traz seu amor de volta em 3 dias), isso é uma fratura exposta no Mercosul, a abertura da montadora francesa à influência nefasta e maligna do falecido(segundo Pai Merval)AntiCristo Chávez.
    Em breve conforme as previsões certeiuras e fidedignas de Mãe Miriam, a Renault afundará sob o peso do estatismo populista-bolivariano e amargará falência global.
    A lamentar que uma instituição européia traia suas raízes e se submeta à gentalha fétida.

  14. minerim di beagá
    30 de novembro de 2012 at 13:50

    “Este será o começo da bancarrota da montadora francesa.” Reparem nas cores: azul, vermelho e branco… mais as estrelinhas… falência garantida.

Deixe uma resposta para Vivi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.