Levante comunista nos Pampas

Turba ensandecida marcha pelas ruas de Porto Alegre espalhado o caos e destruição

Nobres Confrades

Na quinta feira, dia 4 de abril de (2012+1), enquanto a confraria gastava o seu tempo tecendo comentários sobra fêmeas insubmissas, ocorreu um levante bolchevista na boa Porto Alegre.

…Esquecemos-nos de comentar que fêmeas insubmissas geram bebes insubmissos que se transformam em jovens insubmissos com tendências esquerdopatas…

Pois é, jovens arruaceiros e baderneiros estudantes mobilizados pela rede neural através de redes sociais se organizaram e acossaram o bom prefeito da capital gaucha e forçaram a justiça a cancelar a doação de benesses que seriam repassadas às empresas de ônibus através de aumento da passagem dos ônibus urbanos.

Os bolcheviques estudantes, incrivelmente condicionados organizados, fizeram valer os seus direitos e mesmo debaixo de forte chuva entoavam seus gritos de guerra: “Pode chover, pode molhar, mas o aumento eu não vou pagar”

Segundo a Brigada Militar (força Pública Gaúcha), cerca de cinco mil pessoas protestavam frente a prefeitura de Porto Alegre no final da tarde. Acossada, a prefeitura já reconhece sua derrota e não irá recorrer da decisão com medo de que os bolcheviques estudantes voltem! (…e nas próximas eleições não votem no prefeito atual!)

Grupo bolchevique toma um ônibus e perturba a paz de um bairro operário

 

36 comments for “Levante comunista nos Pampas

  1. Morvan
    9 de abril de 2013 at 9:27

    Bom dia.

    Cachorrinho Pulguento: mais uma vez, felicitações. Belo Post.

    Mas, enquanto lia o seu Post flagrante, fiquei a matutar o quão periculosamente viveríamos, nós, os da Casa Grande, se o povo tivesse consciência da sua força. Ufa! Ainda bem que temos a Band[ida], a Göebbels, a Falha, o moribundo Estadão, etc.
    Senão…

    Saudações “Lula, Getúlio e JK: ao que eles, da direita, chamam de populismo, nós chamamos de amor ao Brasil“,

    Morvan, Usuário Linux #433640. Seja Legal. Use Linux.

  2. 9 de abril de 2013 at 10:13

    Amigo Cão

    Estes gaúchos comunistas sempre atrapalhando o progresso do Brazil.
    Se não fossem eles (os gaúchos comunistas), a grande revolução redentora seria implantada três anos antes. Hoje teríamos três anos a mais de prosperidade.
    Deplorável…

    http://www.youtube.com/watch?v=3-gZts6t3Cw&feature=player_detailpage

  3. Ramsés mII
    9 de abril de 2013 at 10:38

    A reportagem informa que esses agressivos subversivos chegaram ao ponto de lançar alguns ovos contra nossa Proba Imprensa Gloriosa que cobria a manifestação!
    E a repressão, onde estava a repressão?? Um estado em que a Brigada Militar está subalterna ao poder ateu comunista deve ter impedido que as forças do bem aplicassem os tradicionais métodos cristãos de controle de massas insubmissas atiçadas por agitadores, o bom uso dos cassetetes, lacrimogênio, pimenta, tiros de borracha e de chumbo, porque não foram usados???
    A corrupção e a baderna grassam por toda a nação sob a influência maléfica de um governo federal marxista, usurpado!
    Onde estão os patriotas que nos idos de 64 foram chamados a lançar a contra-revolução redentora que afastou o perigo vermelho??
    Ah, se fosse no estado do Doutor Alckmin, aí eu queria ver esses arruaceiros enfrentarem a rota!!
    Alvíssaras!

    • Kid Prado
      9 de abril de 2013 at 11:24

      Boas observações Ramsés, mas o “perigo vermelho” (afastado pela revolução redentora que você citou) agora reside é no tomate maduro. Novas tentativas de cruzá-lo, agora com ferozes touros miúras criando um novo boi-mate(a revista Veja deve divulgar uma nova reportagem sobre isto) podem dar início à uma “infiltragem” que provocará a correria e a debandada dos bolchevistas que infestam e desgovernam nosso país.

      • 9 de abril de 2013 at 19:54

        Cari$$imo Kid Prado

        Ce táloco é? Cruzar um touro miura com esta fruta comunista vai surgir algo pior (ou melhor) do que uma grosa de Lionel Brizola

    • Morvan
      9 de abril de 2013 at 11:16

      Bom dia.

      Ramsés mII:
      — “Ah, se fosse no estado do Doutor Alckmin, aí eu queria ver esses arruaceiros enfrentarem a rota!!”.

      Isso mesmo. Curió neles!

      Saudações “Lula, Getúlio e JK: ao que eles, da direita, chamam de populismo, nós chamamos de amor ao Brasil“,

      Morvan, Usuário Linux #433640. Seja Legal. Use Linux.

      • SáeBenevides
        9 de abril de 2013 at 11:42

        Curió neles ! Barbosão neles !

  4. 9 de abril de 2013 at 11:22

    Mestre dos mestres mestre Hari,
    Ao contrário do pretinho Luiz Melodia, eu não entendo a juventude transviada. Bons tempos aqueles em que os senhores feudais exerciam seus poderes sobre a prole.
    Até no UK ocorreram manifestações que nós, homens de benz, devemos repudiar veementemente.
    Anauê!
    Heil Hari!

    ABAIXO-ASSINADO PEDE PRIVATIZAÇÃO DO ENTERRO DE THATCHER
    http://novobloglimpinhoecheiroso.wordpress.com/2013/04/09/abaixo-assinado-pede-privatizacao-do-enterro-de-thatcher/

  5. Evo
    9 de abril de 2013 at 12:18

    Prezados

    Ainda bem que o transporte publico em minha provincia eh privado ou quase… Pois quando tem problemas recorremos ao publico, dinheiro publico claro…( para que serve os nossos impostos nao eh mesmo?). Minhas pequenas empresas para transportar a gentalha ignara me dao lucros satisfatorios e quando quero mais lucros basta um anuncio do governo para aumentar o combustivel e pronto, fica facil fazer a magica dos efeitos em cascata em cima deste fenomeno e justifico meus aumentos, e ai aumento minha frota privado de lindos corceis da marca benz! Pois como um homem de bem, quero bem aos benz e ainda ajudo fazendo o bem a massa ignara.

    E tenho dito

  6. 9 de abril de 2013 at 13:07

    CONSOLEM-ME! CONSOLEM-ME! CONSOLEM-ME!

    Roberto Freire, Ferreira Gullar, José Arlindo Soares, FHC, Cerra, Aluísio 300 000, Tilden Santiago, Jarbas Vasconcellos, Eduardo Precatórios Campos e Eu estamos em prantos. Foi-se uma mulher boa juntar-se a um grande homem bom. Consolem-me!

    http://www.youtube.com/watch?v=XJJnoRwF9ow&feature=player_embedded

  7. Pakatatu
    9 de abril de 2013 at 13:33

    Hahaha, ilustre e imortalizável Cachorrinho!
    Estas crianças de hoje estão a cada dia mais levadas!
    Isto tudo deve ter alguma coisa a ver com esta estórinha que o tio Boetie contou:
    “Licurgo, reformador de Esparta, criara (diz-se) dois cães que eram irmãos, alimentados com o mesmo leite, um deles habituado a ficar na cozinha e o outro acostumado a correr pelo campo, ao som da trompa e da corneta; querendo mostrar ao povo lacedemônio que os homens são o que a educação faz de cada um, colocou os dois cães no meio da praça e, no meio deles, uma sopa e uma lebre. Um correu para o prato e o outro para a lebre. Muito embora (disse ele) fossem irmãos.” (http://www.culturabrasil.org/boetie.htm)
    Como se cotuma dizer por aqui, “oremos”.

    • 9 de abril de 2013 at 19:50

      Honorável Pakatatu

      Os bolcheviques de Palegre correriam atrás da lebre porque sabem que a vida não é sopa. E como já sentiram sua força e o gosto da liberdade, defenderão seus ideais “não só com lança e escudo, mas até com unhas e dentes.” Feitos espartanos.

  8. Coronel Lalado
    9 de abril de 2013 at 13:33

    Caro prof. D’Almeida Prado, demais confrades, seu cachorinho,

    Neste momento de luto profundo, em pleno mês da REDENTORA, com o país estraçalhado pela inflação rocinante, devido às baixas taxas de juros, a redução na taxa de luz, a intervenção na economia, que ofende a memória da falecida, e ainda me aparece esta.

    Já tivemos a insureição das mucamas, e agora somos informados da insureição contra o pagamento da passagem nossa de cada dia!! Esta “infame líder dos comuno-carreiristas-negocistas-sindicalistas” há de pagar caro por não tomar as devidas providências.

    “Como dizíamos, no editorial de anteontem, a legalidade não poderia ter a garantia da subversão, a ancora dos agitadores, o anteparo da desordem. Em nome da legalidade não seria legítimo admitir o assassínio das instituições, como se vinha fazendo, diante da Nação horrorizada”

  9. Alexandre Afonso de Albuquerque Fidalgo Pereira de Silves
    9 de abril de 2013 at 14:07

    Como diria o Mais Nobre Joaquim Barbosa, “sorrateiros”…

  10. emerson57
    9 de abril de 2013 at 14:31

    povo votante de benz,
    não faça cachorrada,
    se voce não fizer nada os comunistas tomam conta.
    depois de inez morta, não adianta chorar.
    está esperando u q?
    vá ao linque e vote!!!!!!!!!!!!
    http://www.change.org/petitions/a-privataria-%C3%A9-imortal-amaury-ribeiro-j%C3%BAnior-para-a-academia-brasileira-de-letras#share
    esse brazil precisa ser passado a limpo!
    fora petralhas,

    • Morvan
      9 de abril de 2013 at 18:41

      Boa noite.

      Caro emerson57:

      Já votei., digo, já visitei o elo de ligação, só para ver quantos invejosos votavam no escriba comunista — na verdade — contra D. Corneone!

      Saudações “Lula, Getúlio e JK: ao que eles, da direita, chamam de populismo, nós chamamos de amor ao Brasil“,

      Morvan, Usuário Linux #433640. Seja Legal. Use Linux.

    • emerson57
      9 de abril de 2013 at 14:33

      comentário cabalistico:
      número 13 !!!!!! esse número dá sorte.

  11. 9 de abril de 2013 at 15:25

    Receita do dia:

    Molho de tomate fresco à mona do chef.

    2 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
    1 cebola grande, bem picada
    1 dente de alho, picado
    1 kg de jerimum, sem pele, sem sementes e picados
    150 ml de Château de Reignac safra 1959
    2 colheres (sopa) de manjericão fresco picado ou 1 colher (chá) de manjericão seco
    1 pitada de açúcar
    Sal e pimenta-do-reino
    Para servir (opcional):
    8-10 ramos de manjericão fresco, cortado em tiras
    4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado na hora ou 4 colheres (sopa) bem cheias de lascas de queijo parmesão

    Modo de preparo
    Prep: 10 min | Cozimento: 35 min

    Aqueça o azeite numa panela grande. Acrescente a cebola e o alho e refogue em fogo brando, mexendo de vez em quando, por 5 minutos ou até ficarem macios, porém sem dourar. Depois acrescente o jerimum e bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla, bla….

    P.S. Devido á hiper-inflação ter elevado o preço do tomate às nuvens, sustituímo-lo por jerimum.

  12. Julio Cesar Fregguesia, professor de historinha
    9 de abril de 2013 at 16:01

    Como dizia vovó para seus criadinhos: falta de couro nesses fedelhos. Arg!

  13. Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom)
    9 de abril de 2013 at 17:44

    Cão infestado,

    O sul não é mais o mesmo…

    Desde que aqueles farroupilhas foram esmagados pelas forças imperiaes, que não mais se vê a mão forte da lei agindo contra os agitadores.

    Deviam fazer como fizeram na terra de Pyratininga, onde a força pública foi usada contra aqueles baderneiros fumadores de cannabis da USP.

    Lamentável!

    • Ramsés II
      9 de abril de 2013 at 19:16

      Por isso propugno e endosso a campanha naccionalista O Sul é o Meu País , para estirpar o imperialismo brazileiro dos vermelhos.
      Pelos mapas abaixo, feito por naccionalistas de boa estirpe göebbeliana tudo fica claro:

      • Cachorrinho Pulguento
        10 de abril de 2013 at 5:07

        Nobre enfaixado betuminoso

        Há controvérsias… Quando digo que o sul é o meu pais estou me referindo à criação da URSSM União das Republicas Socialistas do Sul do Mundo!

        HUA HUA HUA HUA HUA HUA HUA HUA HUA HUA

  14. SáeBenevides
    9 de abril de 2013 at 18:44

    Atento Au-Au,

    os pampas sempre produziram comunas: Getúlio, Brizolla, Jango, Teixeirinha, Renato Gaúcho. Tudo comuna !

    Agora, mudam de tática: infiltraram dois narco-anarco-comuno-sindicalistas disfarçados de músicos,a Calcanhoto, cantora subversiva e o Yamandú, violonista subversivo.

    Cuidado !

  15. 9 de abril de 2013 at 18:53

    Por Joaquinca Babosa e Belzebu! Que gente mal educada!

    http://www.youtube.com/watch?v=kcJTBl_T8JU&feature=player_embedded

  16. Pe. Iscariotes
    9 de abril de 2013 at 19:09

    Preclaro cãozinho, que sente no couro que : as pulgas unidas jamais serão vencidas, exceto pela PM do Chuchú.

    http://www.youtube.com/watch?v=AGW0LLbIiIo

  17. Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom)
    9 de abril de 2013 at 19:29

    Preclaros Confrades,

    Quando eu digo que o ritmo de belzebu é uma ferramenta do comunismo, ainda há aqueles que discordam… Vejam só:

    http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/em-londres-bono-pede-que-lula-torne-bolsa-familia-um-programa-mundial,e4b65292dc0fd310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

    • Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom)
      10 de abril de 2013 at 15:02

      E ainda mostram com as mãos os chifres de Satã…

  18. Ramsés II
    9 de abril de 2013 at 19:29

    Cuidado na educcação dos jovenes!
    Os arroubos da juventhude são as vezes prejudiciaes pois os tornam sujeitos ao canto da sereia marxista! Poderão se transformarem em inocenthes útheis depois da lavagem cerebral que maus inthencionados a serviço de pothências estrangeiras lhes induzirem a doutrina exóthica.
    Passarão a massa de manobra de agithadores subversivos como esses esthudanthes bardeneiros de Portho Alegre.
    Adothe seo filho antes que um comunista o adothe!

  19. Dr. Aratinga Weddellii
    9 de abril de 2013 at 20:09

    Damas e Cavalheiros,
    Há um anteccedente que as Pulgas infestadas pelo Cão, ommitiram em rellato dos factos de 4 de abril.
    Diz a lenda que esse movimento iniciou-se em 1835, quando de um obscuro conflicto entre communistas e bolcheviques, que polarizou jacobinos mao-castristas e socialistas evo-lullistas. A oppugnação denominou-se Guerra dos Andrájos. Vários heroes se destacaram, mostrando brios varonis de legítimos nactivos illustres da província de São Pedro do Rio Grande Del Sul: Anitta e Giusepe Garibbaldi, Bento Gonçalves, Coronel Corte Real, Coronel Lalado e outros.
    A desordem dessa assádua era para manifestar a insatisfacção da choldra quanto ao sistema de divisas e transportes, pois as passagens de autobus no século XIX, já estavam pela hora da morte. Sem respeitar o livre mercado, o valor d’alfafa era subsidiada por governos intervencionistas, tornando o kilometro rodado a cavalo maes barato. Na disputa pela hegemmonia de cartéis do transporte, deu-se a pugna.
    Peor, o financiamento internacional a essa cousa de doudos foi feito pelos Carbonária-dólares. Carbonária era essa uma instituição secreta. Nas suas artimanhas para dominar o mundo, utilizaram como arma a creação do esparguete à Carbonara. O movimento enfraqueceu-se porque os carvoeiros se empanturravam de macarram, ficando exundiádos, e, da lucta, abdicando.
    A corja do autobus prevalleceu, e nos preços de passagens não há exaggeração. Essas maniffestacções aprennas mostram a exultação da patuléia, satisffazendo seus instinctos.
    Amplexos

    Oppugnação, oppugnar – combater
    Andrájo – farrapo
    Assuáda – ajuntamento de gente para fazer algum mal
    Enxúndia – gordura, camada adiposa
    Exaggeração – encarecimento, afectação
    Exultação – demonstração de grande prazer ou alegria, alvoroço do regozijo

    • Dr. Aratinga Weddellii
      9 de abril de 2013 at 21:54

      Errata:
      Onde se lê exundiádos, leia-se enxundiádos
      Onde se lê aprennas, leia-se apennas
      Onde se lê esparguete, leia-se esparguete mesmo.

  20. Milk
    9 de abril de 2013 at 20:40

    A verdade é que o tirano nunca é amado nem ama.

    A amizade é uma palavra sagrada, é uma coisa santa e só pode existir entre pessoas de bem, só se mantém quando há estima mútua; conserva-se não tanto pelos benefícios quanto por uma vida de bondade.

    Petelhos:
    O que dá ao amigo a certeza de contar com o amigo é o conhecimento que tem da sua integridade, a forma como corresponde à sua amizade, o seu bom feitio, a fé e a constância.

    Piguentos e peesdebe:
    Não cabe amizade onde há crueldade, onde há deslealdade, onde há injustiça. Quando os maus se reúnem, fazem-no para conspirar, não para travarem amizade. Apoiam-se uns aos outros, mas temem-se reciprocamente. Não são amigos, são cúmplices.

    Obs. do discurso sobre a servidão voluntaria

  21. Mar
    11 de abril de 2013 at 0:19

    Não entendo por que a revolta. O aumento da passagem não prejudica em nada, visto que o populacho é pela própria natureza dotado de corpo propício a atividades braçais -- e, portanto, pode muito bem se locomover a pé até o local de serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.