Governo dos homens bons dá aula de democracia

Ação energica contra o comunismo

A Força Pública Paulista não deu chance aos agitadores comunistas e com grande valentia expulsou o poderoso exército inimigo das terras do grande homem bom

Em mais uma ação bem sucedida no cumprimento do dever a nobre Força  Pública da Capitânia de São Vicente deu mostra de suas habilidades no trato a choldra .

Capitaneada pelo bom presidente da província , nosso incito Dom Geraldo ( o picolé de chuchu ) , a gloriosa tropa bandeirante realizou mais uma exitosa ação no cumprimento da lei .  Cumprindo ordens de nossa justa  justiça  , após ser acionada pelo um humilde e probo empresário Naji Nahas que esbulhado em seu direito de possuir uma mísera gleba de terra na cidade San Josefh of Fields , deferiu sentença em favor da pobre vítima determinando que a plebe ignara desocupasse o beco .

Inimigos

Perigosos inimigos do governo dos homens bons paulistas batendo em retirada

A ação em questão deu-se na manhã do domingo 22/01/2012 ,  e contou com o apoio de nossa gentil tropa de choque que retirou os baderneiros da gleba em questão, ação esta um sucesso maravilhoso a exemplo daquela que ocorreu na Cracolândia aonde uma gente diferenciada sujava a paisagem que por direito pertence aos bons e de benz .

Más a ação por pouco não é concluida , pois ciente de que a lei tinha de ser cumprida e tentando sabotar as ações de nosso presidente a búlgara vermelha enviou emissários a cidade de San Josef of Fields afim de impedir que o divino direito a posse da terra por um homem bom não fosse cumprido . Dom Geraldo prevendo tal manobra de antemão e no afã de defender o intersse público e da coletividade como reza a Constituição de bananal agiu rápido não deixando que o governo petelho se intrometesse nos assuntos internos da Província .

Bravura frente ao inimigo cruel

Soldado corajoso enfrenta o cruel inimigo de perto, com uma granada nas mãos sempre pronto para revidar qualquer ataque traiçoeiro. Esta imagem servirá sempre de símbolo da bravura e firmeza de Geraldo frente àqueles que em nome do marxismo ousarem desafiar a ordem e as instituições estabelecidas

Este foi mais um momento glorioso que ficará para os anais da história , uma verdadeira aula de democracia .

Hei , Geraldo Alckmin !

62 comments for “Governo dos homens bons dá aula de democracia

  1. maria antonieta de savoia
    27 de janeiro de 2012 at 17:30

    Inclito hari, alerto que a corja comunista invasora de terrenos e dstruidora de lares dos homens de bem e benz, como o senhor nahas, como demonstra a primeira foto, portava arma de destruição em massa em formato de bonecos, armamento de ultima geração produzido pelo comuna presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad.

  2. Sóbrio do Sangue Azul
    27 de janeiro de 2012 at 0:48

    Que domingo esplêndido!

    A lei e a ordem prevaleceram.

    O povo joseense, tão temente a Deus e a seus apóstolos, faz coro com os bons e brada, uníssono, aos quatro ventos: alvíssaras! A Justiça existe! Há esperança! Obrigado, Dom Geraldo Alquimista, obrigado Dona Lu!

    Vida longa aos que militam para o bem, para a paz. Ordem! Progresso!

  3. Edvaldo
    25 de janeiro de 2012 at 20:44

    Geraldinho do Vale é mesmo um cristão exemplar. Foi com grande comoção que vi o povo de Deus que andava afastado, voltar para a igreja após a intervenção desse santo homem.

  4. Vivi
    24 de janeiro de 2012 at 21:45

    Sem palavras!
    Podemos fazer uma corrente de pragas!

    Tu, pessoa nefasta
    Vê se afasta teu mal
    Teu astral que se arrasta tão baixo no chão
    Tu, pessoa nefasta
    Tens a aura da besta
    Essa alma bissexta, essa cara de cão

    Reza
    Chama pelo teu guia
    Ganha fé, sai a pé, vai até a Bahia
    Cai aos pés do Senhor do Bonfim
    Dobra
    Teus joelhos cem vezes
    Faz as pazes com os deuses
    Carrega contigo uma figa de puro marfim
    Pede
    Que te façam propícia
    Que retirem a cobiça, a preguiça, a malícia
    A polícia de cima de ti
    Basta
    Ver-te em teu mundo interno
    Pra sacar teu inferno
    Teu inferno é aqui

    Pessoa nefasta

    Tu, pessoa nefasta
    Gasta um dia da vida
    Tratando a ferida do teu coração
    Tu, pessoa nefasta
    Faz o espírito obeso
    Correr, perder peso, curar, ficar são

    Solta
    Com a alma no espaço
    Vagarás, vagarás, te tornarás bagaço
    Pedaço de tábua no mar
    Dia
    Após dia boiando
    Acabarás perdendo a ansiedade, a saudade
    A vontade de ser e de estar
    Livre
    Das dentadas do mundo
    Já não terás, no fundo, desejo profundo
    Por nada que não seja bom
    Não mais
    Que um pedaço de tábua
    A boiar sobre as águas
    Sem destino nenhum

    Pessoa nefasta

    • Coronel Maracujá
      25 de janeiro de 2012 at 17:40

      Onde não funcionam o bom senso e os sãos argumentos, gemem as almas e canta o porrete. Nosso Líder fez o que tinha que ser feito: desalojou com vigor os baderneiros rubros e deixou os meliantes fascistas de joelhos, fazendo os tigres miarem como bichanos abandonados. Governador Aidimin, parabéns!

      • Ivaldo Souza
        26 de janeiro de 2012 at 14:36

        HEIL, AVE CESAR!

  5. Joseph Hill
    24 de janeiro de 2012 at 19:51

    Prezado T. Mello

    O desempenho da força de repressão, quero dizer, força policial bandeirante foi tão assombrosa que causou repercussão até mesmo do outro lado do Atlântico, na Terra da Rainha, onde o jornal The Guardian publicou uma galeria de fotos do evento:

    http://www.guardian.co.uk/world/gallery/2012/jan/23/brazil#/?picture=384873352&index=0

    E até mesmo noticiou o fato:

    http://www.guardian.co.uk/commentisfree/cifamerica/2012/jan/24/brazil-pinheirinho-eviction-inspiration

    http://www.guardian.co.uk/world/2012/jan/23/brazilian-police-clash-slum-residents

    Os ingleses ficaram tão impressionados que certamente irão utilizar as mesmas técnicas quando de uma possível nova invasão das Ilhas Malvinas.

    Não duvidaria se os americanos contratassem os préstimos da PM paulista quando invadirem o Irã.

    • Ivaldo Souza
      26 de janeiro de 2012 at 14:49

      O preço da liberdade é o eterno porrete…

  6. Mariana Martins
    24 de janeiro de 2012 at 17:29

    Magnânimo Mestre,

    O conde de Pindamonhangaba mostrou que ele gosta do povo.
    Aprendeu, direitinho, nas aulas do Opus (NÂO) Dei como ser misericordioso com os menos abastados.
    Tenho orgulho de ser paulista e tê-lo como líder…..

    • Ivaldo Souza
      26 de janeiro de 2012 at 14:51

      Barbaridade, tchê!

  7. Sergio Santos
    24 de janeiro de 2012 at 15:20

    Como no ano de nosso Senhor 1996, na capitania do Pará, Carajás, terra de Barbalhos, cerca de 1500 camponeses comunistas sem terra faziam balburdia a incomodar o sono de Dom Gabriel sobre as auspícias de FFHH. Na tarde ensolarada, Dom Gabriel, também do P$DB, tomou uma decisão que mudou sua biografia como um legítimo filho da pátria.

  8. Pe. Iscariotes
    24 de janeiro de 2012 at 13:01

    Reza a lenda e as más línguas, que D. João Vl, ao fugi…desculpem, abraçar o Brasil como terra pátria, aqui teve muitas alegrias e ao mesmo tempo, embaraços por conta de sua família, especialmente a espanhola Carlota Joaquina, que queria que o pobre pegasse touro à unha e tocasse castanholas.

    Com Carlota, teve vários filhos, entre eles D. Pedro l , futuro imperador (novamente as más línguas dizem que D. João foi o grande exemplo para FHC, o procriador de filhos alheios). Pedro, mostrou a que veio, muito parecido com a mãe no pecado capital, que oras descreveremos como luxúria.

    Certa feita, desgostoso com as peripécias de Carlota, frequentemente precisava descascar alguns abacaxis por conta do filho. Eis que recebe um pai, membro da nobreza, revoltado com o fato de sua filha haver sido “deflorada” pelo príncipe (na época, na falta de BBB não temos como avaliar a veracidade do que ocorria embaixo dos ededrons).

    Prontamente, o sábio João pede ao pai para desembainhar a espada que ele carregava, mas a tentativa do pai da donzela foi frustrada ao perceber que João apertava com força a bainha da mesma. Houve protestos do pai que disse que não poderia cumprir a ordem e João, de forma professoral disse : “se vossa filha tivesse feito o mesmo com as pernas, evitaria a penetração, portanto também é culpada”.

    Oras Sr. Cabeção, nada como usar esta linda metáfora para que todos se convençam da culpabilidade da Búlgara diante da sua passividade ao saber da invasão de Pinheirinho. Bastava apertar o Chuchú. Amém.

  9. Francisco A. Lisboa
    24 de janeiro de 2012 at 9:04

    O curioso é que tentamos amigavelmente tomar posse dessa gleba, hoje liberta pela gloriosa polícia alkimista, ao preço de 40 mil cruzeiros novos, e os “posseiros” alemães não aceitaram. Resultado 4 mortos e a polícia paulista arquivou a luva encontrada no local do crime. Como os alemães não tinham herdeiros, a gleba passou para o estado e daí do atravessador para o bom e probo homem Nahhas foi um pulo. Não foi especulação, foi a capacidade de visão de futuro. Sabia que a polícia sempre estará do lado dos homens e mulheres boas da nação paulista, garantindo-lhes a posse.
    Heil San Geraldo -- os que vão morrer vos saúda!

  10. Reinaldo Azevedo
    24 de janeiro de 2012 at 8:56

    Sim, o governo federal poderia ter impedido a ação da Polícia Militar na região do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP).

    Haddad criticou a polícia nos dois episódios. Então chegou a vez da região do Pinheirinho, desocupada pela PM POR ORDEM DA JUSTIÇA.

    • Pe. Iscariotes
      24 de janeiro de 2012 at 10:32

      Sr. Reinaldo, o Sr. já foi tomar chuchú hoje ?

      • Sílvio Caldas
        24 de janeiro de 2012 at 18:38

        Às vezes se tem a impressão de que os idiotas são mesmo maioria nas redes, o que não é impossível em razão da lógica elementar, não é mesmo? Os cretinóides agora deram para espalhar que os pobrezinhos foram tirados do Pinheirinho para devolver a área a Naji Nahas… Tenham paciência.

        O equívoco tem origem. Ontem, a EBC, a empresa dirigida por Nelson Breve, teve o desplante de dar voz a um sujeito identificado como presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB de São José — na verdade, é advogado de uma associação de invasores —, segundo quem a operação havia resultado em vários mortos. O nome do rapaz é Aristeu César Pinto Neto. Afirmou: “O proprietário é um notório devedor de impostos, notório especulador, proibido de atuar nas bolsas de valores de 40 países. Só aqui ele é tratado tão bem”.

        É o fim da picada! O terreno não pertence mais a Naji Nahas, mas à massa falida da Selecta, e entra, portanto, na composição do patrimônio que será usado para saldar as dívidas da empresa, inclusive as trabalhistas. Quem tem a posse da área não é Nahas. A propósito: quem teria mais direito ao patrimônio que já foi de Nahas? Os que vão chegando e vão ficando ou aqueles a quem ele deve?

      • Sílvio Caldas
        24 de janeiro de 2012 at 18:40

        Pô Mestre Hary assim não vale.
        Eu fico publicando as sandí….,digo pérolas do profeta de 2 Corguinhos e os Sr. censura tudo.
        pô, não brinco mais

    • emerson57
      24 de janeiro de 2012 at 20:55

      mandando bombardear o palácio bandeirantes?

  11. Carlos de Assis Dias
    24 de janeiro de 2012 at 7:21

    Prezado Prof. Hariovaldo.
    Há pouco tempo conheço e acesso seu Blog. Aprecio a ironia. Mas desta vez a violência foi longe demais. O pior é que ouço pessoas conhecidas defendendo a ação da polícia e não há argumentos que façam-nas mudar de idéia.
    Sou professor, como o sr. e, utilizarei esses fatos (cracolândia, USP, Pinheirinho) como temas em sala; tentar mostrar como as diferenças se expressam nos espaços e como a elite -- e a direita -- manipulam esses espaços para expulsar os pobres e lucrar com isso.
    Estou revoltado com essa política (?), toda essa violência, a carência de direitos, a manipulação dos fatos por essa imprensa que se vende em troca de assinaturas, pelo povo que não questiona o que lê ou assiste pela tv.
    Parece-me que estamos retrocedendo à ascensão do Partido Nacional Socialista.

    • Sílvio Caldas
      24 de janeiro de 2012 at 9:04

      Ironia????
      Aqui não há ironia. estas são realmente nossas convicções.
      Suma daqui seu comunista ateu. Vá publicar suas idéias vermelhas cravejadas de impropérios, lá nos blogs sujos placa branca.
      A ação da polícia foi limpa e altaneira, devolvendo a propriedade a seu dono.
      Este é o exemplo d ação vigorosa que devia ser imitada pelos policiais federais contra os marxista, vagabundos daquele antro bolchevique chamado MST .

    • Claudio
      24 de janeiro de 2012 at 9:40

      Eu simplesmente acho um absurdo essa ação deste governo nazista, nem o Sr.Hitler poderia pensar em uma ação desde molde.A impressa comprada fica quetinha, não fala nada, centenas de mortos e desabrigados.O governo federal tem que intervir no esrado e tirar esse goverbador.Temos que começar a revolução.Acabar com essa burguesia, essa classe poderosa.O povo deve tomar o poder e dividir de forma igual todo os bens da nação.

      Democracia e coisa de ladrão.

      • Sílvio Caldas
        24 de janeiro de 2012 at 11:11

        Confrades
        Este Cláudio seria um fabrício????

      • Don Joze de Pan y Agua
        24 de janeiro de 2012 at 17:59

        O sr. Cláudio Fabrício é mesmo exagerado.

        Centenas de mortes não, talvez uma centena de uns dez, no máximo.

        Menas, sr. Cláudio, menas.

  12. Adilson
    24 de janeiro de 2012 at 6:50

    Aula magna de corporativismo: http://www.youtube.com/watch?v=y-YA9hBAlqw

  13. Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom)
    24 de janeiro de 2012 at 5:34

    Dom Geraldo se superou!

    Só um verdadeiro discípulo de Bálaguer para chegar a este nível.

    Esse memorável episódio mostra o nível de honradez, e comprometimento com a democracia deste homem.

    Só um homem da estatura moral de Geraldo pode ordenar que sejam perpetrados atos como esses.

    Lutemos, confrades, para que este episódio não seja esquecido, principalmente quando o populacho for às urnas!

    Heil Alckmin, das Fuhrer!!!

  14. kalango Bakunin
    24 de janeiro de 2012 at 1:20

    Pela coragem, retidão e o combate corajoso contra a patuléia de pinheirinho os ínclitos personagens merecem as mais cobiçadas comendas:

    Barão de Pindamonhagaba (excelso governador Geraldo Picolé: Cruz de Cavaleiro da Cruza de Ferro com Folhas de Carvalho da Ordem Adolf Hitler

    Excelso Meretrissimo Ari Pargendler: Cruz de Ferro com Folhas de Carvalho da Ordem Heinrich Himmler

    Honradíssima juiza Márcia Loureiro: Cruz de Honra das Mães Alemães da Ordem Eva Braun

    Garboso Comandante da Tropa de Choque César Augusto Franco Morelli: Cruz de Ferro da Ordem Adolf Eichmann

    Intimorato juiz Rodrigo Capez, que liderou pessoalmente a defenestração da choldra invasora: Cruz de Honra com Folhas de Caralho da Ordem Josef Mengele

    Egrégio Prefeito Eduardo Cury: Cruz de Honra Anauê da Ordem Felinto Muller

    A Pátria agradecida está salva da chusma comuno-anarquista-chavista-talibã-petelhista pelo tirocínio, inteligência e decisão dos grandes homens de bens que foram devidamente amerdalhados.

    Porém falta a entrega da condecoração Honra ao Mérito Benito Mussolini para o Mais Preparado dos Brasileiros, o laureado Nobel da Economia José Chirico, que inspirou a abençoada ação contra a anarquia.

    Alvíssaras!!!!!

    Começou uma nova Revolução Redentora, em pouco tempo a ditadora búlgara será derrubada pelas tropas Schutzstaffelbrasilien (SSdoB) capitaneada pelo destemido Coronel Carlos Alberto Ustra sob a proteção de São Torquemada e do Beato Sérgio Fleury.

    • Minima de Malis
      24 de janeiro de 2012 at 19:06

      O “Intimorato juiz Rodrigo Capez” vai receber uma cruz de honra com folhas DO QUÊ??????

      • Vivi
        24 de janeiro de 2012 at 22:53

        De caktzo?

      • Minima de Malis
        25 de janeiro de 2012 at 23:01

        Vamos ver: Saint Hilaire, Langsdorf, Von Martius… ah, tá! Jorge Tadeu catalogou essa espécie.

      • maria antonieta de savoia
        27 de janeiro de 2012 at 17:46

        Do pau de aroeira?

    • mussadolf
      24 de janeiro de 2012 at 22:03

      BAKUNIM,COMO OUSA USAR MEUS NOMES!!!TENHO SAUDADES DAQUÊLES NOMES DA NOSSA PÁTRIA, E DOS NOSSOS PATRÍCIOS CARCAMANOS POUCOS CITADOS…

    • Rodolfo
      3 de março de 2012 at 23:22

      Hehehehe… Não resisti e postei seu comentário no Facebook.
      Espero que não se importe…

  15. Lincoln
    24 de janeiro de 2012 at 0:38

    Ave Dom Geraldo! Ave belas PM e PC de Sampa. Não é a toa que bravos policiais de SP,volta e meia, recebem belas gorjetas dos Abadias!

  16. Plinio C. de Oliveira Neto
    24 de janeiro de 2012 at 0:18

    Estimadíssimo Prof. Hariovaldo Almeida Prado, Estimadíssimo Confrade do Rego,

    Meu saudoso avô sempre nos ensinava: na luta contra o comunismo, não há lugar para muitos sentimentalismos. Façam sempre o que houver a ser feito.

    Nosso grande Barão de Pindamonhangaba deveria ser promovido a Duque, depois do feito deste domingo.

    Ele honrou o dia do senhor, fazendo justiça e varrendo aquele acampamento de bolcheviques perigosíssimos. Para isso, usou a rudeza dos justos, a falta de compaixão dos cruzados, o chicote que Jesus usou para expulsar os fariseus do templo.

    Havia crianças no meio da turba de comunistas? Sim, havia. Mas às vezes o sangue dos justos precisa correr, para que a Justiça se faça. E, no caso, eram todos futuros comunistas, de qualquer forma…

    A nota triste foram os pequenos excessos da gloriosa PM paulista, no trato com os bichos (no caso, refiro-me aos cães e gatos) presentes.

    Ao que consta, os pobres bichinhos foram tratados como se fossem esses sem-teto que andam por aí. Felizmente, nosso grande Barão de Pindamonhangaba corrigiu-os a tempo, como conta a tia Carmela em http://tiacarmela.wordpress.com/2012/01/23/revoltante-bichos-sao-tratados-como-pobres-em-sao-jose-dos-campos/

    Que S. Serapião e minha Santa Bisavó abençoem o Barão de Pindamonhangaba!

    • Cachorrinho Pulguento
      24 de janeiro de 2012 at 10:34

      Pois eu gostaria de “promover” este barão para conde e enche-lo de cachaça barata; Porque CONDE BÊBADO NÃO TEM DONO!

  17. Morvan
    24 de janeiro de 2012 at 0:03

    Boa noite.

    Alvissareiras notícias, Meister. São como música, conduzida pelo grande músico Herbbert Von Karajan.
    A polícia do grande mantenedor dos benz a quem de fato, direito é para os fracos, Alckmin, defenestrou, como haveria de ser, aquela patuleia atrevida.

    Mas, sem faltar com o devido respeito, Meister, quando V. Excia. diz “… nosso incito Dom Geraldo ( o picolé de chuchu )…”, não soa bem! Este vulgo dado ao nosso mais digno representante da Opus Dei é próprio dos comunas, como aquele tal de José Simão (finge-se de humorista para atacar nossos homens de benz), um vermelhusco disfarçado de humorista. Jamais para pessoa de excelsa fidalguia, como é V. Excia.
    No máximo, podemos chamá-lo, pomposamente, de “Sorvete Solidificado ab Sechium Edule”, pois, diferentemente daquele canelau tão bem expulso pelo nosso grande opusdeísta, somos chiques. Não falamos nada nesta língua do populacho.

    Abraços tefepistas,

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    • T . Mello Rego
      24 de janeiro de 2012 at 3:26

      Nobre confrade Morvan , obrigado pela sujestão . Infelismente este santo site também é frequentado por membros da ralé , tais figuras são denominadas “fabricios” , então para que eles entendam nossas doutas palavras , somos obrigados a simplificar .
      Quanto ao “incito” , trata de um erro de digitação , na verdade a palavra é “inclito” , más não se preocupe , já mandei dar 50 açoites em meu servo digitador por conta deste deslize .

      • Morvan
        24 de janeiro de 2012 at 14:54

        Boa tarde, Meister.

        Não pude não notar o “íncito”. Não se preocupe com isso. Deve ser porque o celerado do digitador, por “pensamentos impuros” tenha tido ideias bruxuleantes sobre “incitar” a patuleia contra nós, os homens de benz. Neste caso, ele merece a demissão sumária, sem prejuízo de cinquenta chibatadas com tala de bambu. Tudo em praça pública, onde o populacho possa ver o que acontece com os que se metem conosco, os “opudeistas”. Que sirva de lição, este infiltrado vai pagar caro.

        🙂

        Saudações tefepistas,

        Morvan, Usuário Linux #433640.

    • Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom)
      24 de janeiro de 2012 at 18:12

      Cuidado, confrades!

      Este Morvan é um vil comunista que frequenta os vis blogs sujos!

      Além do mais, é um usuário do sistema anarco-cibernético do Sr. Linus Torvald, o vil finlandês que se rebelou contra Mr. Gates, o dono das infovias por outorga divina.

      Não pense que nos engana, seu vermelhote!!!

      • Morvan
        25 de janeiro de 2012 at 12:36

        Bom dia.

        Frequento sim, os Blogues sujos; valho-me, para isso, de um bom balão de oxigênio e um ventilador mecânico, tão forte o cheiro de populacho que exala destas hordes de comunas. Mas é por uma justa causa. Quero ver se, infiltrado, consigo descobrir algo que os derrube em definitivo.
        Quanto a usar o Sistema Operacional do comunista Linuz Torvalds, compreenda que faz parte da estratégia, pois assim posso mostrar alguma simpatia com a visão deturpada que estes vermelhos têm do mundo.
        Então, digo-vos, com toda força de convicção: não sou fabrício.

        Saudações tefepistas,

        Morvan, Usuário Linux #433640.

  18. Minima de Malis
    24 de janeiro de 2012 at 0:01

    Estou subtamente sem palavras! Oh, dura lex sed lex!
    Senhor T.Mello, não vi Dom Geraldo prestigiando o evento. Esperava vê-lo em uma dessas fotinhas que ilustram vosso texto, mas ele não está nem aí.

    http://www.youtube.com/watch?v=YK_K0eMdkCY

    • Ivaldo Souza
      26 de janeiro de 2012 at 14:56

      Mais longe é impossível…

  19. SáeBenevides
    23 de janeiro de 2012 at 23:47

    Justiceiro Mellas (lá os deles),

    o bom soldado cumpre seu dever! Geraldo de Pinda, terra de minha bisa Risoleta, fez o que tinha de fazer: pau no lombo dos desordeiros, bodurna no quengo dessa gentalha lullodilmista, a serviço do Traficante Andino!

    O Picolé revela-se, a cada dia, o grande defensor das tradições democráticas e do espírito cristão de nosso povo, dando aos narco-crack-comunistas o castigo merecido.

    Heil!

  20. David
    23 de janeiro de 2012 at 23:41

    Por mais que o texto tenha ficado bom, também não estou pra risos. Essa é uma das histórias mais tristes que eu já vi… Fazia tempo q não sentia tanta vergonha de ser humano, tanta vergonha de existir e não fazer nada por essas pessoas, ficar calado enquanto tanta gente é tão humilhada por nada.

    • Sir Robert Mc Naughton
      24 de janeiro de 2012 at 21:54

      Realmente, não há motivos para risos. Alea Jacta est, a justiça mandou, Alckmin e Kassab não só concordaram como ajoelharam nas tampinhas de Crush com as rebarbas para cima, cilícios bem apertados, orações a Escrivá realizadas com apuro. A PM cumpriu seu dever com orgulho, balas de borracha devidamente revestidas com núcleo de aço que não é pra dar moleza mesmo. Esta é a realidade, o avanço imobiliário não pode ser parado, sequer freado .Esta é a verdadeira missão da Opus Dei , aliança para o progresso,prédios novos sim, povão never jamé…
      Alvíssaras!

  21. Alberto Armando Albuquerque
    23 de janeiro de 2012 at 23:25

    Confrades e Confradas,

    Um lindo brasão se impõe para o partido dos homens bons:

    • SáeBenevides
      23 de janeiro de 2012 at 23:37

      Vejo que o nosso semprealértico Triple A permanece na luta!

      • Ivaldo Souza
        26 de janeiro de 2012 at 14:59

        Goebbels não faria melhor…

  22. Madalena da Vila
    23 de janeiro de 2012 at 23:11

    No fundo, esses homens bons são uns sentimentais…

    http://www.youtube.com/watch?v=9Aic14sie90

    • Madalena da Vila
      24 de janeiro de 2012 at 15:46

      “Sabe, no fundo eu sou um sentimental
      Todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dose
      de lirismo…(além da
      sífilis, é claro)*
      Mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em
      torturar, esganar, trucidar
      Meu coração fecha os olhos e sinceramente chora…”

      “Meu coração tem um sereno jeito
      E as minhas mãos o golpe duro e presto
      De tal maneira que, depois de feito
      Desencontrado, eu mesmo me contesto

      Se trago as mãos distantes do meu peito
      É que há distância entre intenção e gesto
      E se o meu coração nas mãos estreito
      Me assombra a súbita impressão de incesto

      Quando me encontro no calor da luta
      Ostento a aguda empunhadora à proa
      Mas o meu peito se desabotoa

      E se a sentença se anuncia bruta
      Mais que depressa a mão cega executa
      Pois que senão o coração perdoa…”

      Chico Buarque ( traduzindo sentimentos profundos de hoje e de sempre, dos homens bons da Capitania de S. Vicente ).

      • Ivaldo Souza
        26 de janeiro de 2012 at 15:01

        Um imenso Portugal salazarista…

  23. FabioREM
    23 de janeiro de 2012 at 23:03

    O pior é que o Reinaldo Azevedo anda escrevendo com esse tipo de argumento, como os do texto.

    • Professor Temístocles Sabóia Filho (o bom)
      24 de janeiro de 2012 at 5:23

      Ora, nada mais natural.

      O megacéfalo é um discípulo de hariovaldo, embora ainda esteja em estado bruto.

      Humpf…

  24. Sergio Santos
    23 de janeiro de 2012 at 22:19

    Como diz o Luiz Nassif em seu excelente artigo “Que as fotos das mães e filhos chorando as casas perdidas sejam uma maldição a acompanhar Alckmin pelo resto da vida política”

    • 24 de janeiro de 2012 at 6:44

      Sergio,
      Ia escrever esse mesmo trecho lá do Nassif.
      R E V O L T A N T E.

      Que a dor e o sofrimento acompanhe o Alckmin para sempre.

      • Cachorrinho Pulguento
        24 de janeiro de 2012 at 10:23

        Acredito que a vida política de Alckmin 5% acaba nas urnas da próxima eleição! Lembrem-se daquele que prometeu dar uma surra no Lula e foi barrado na eleição seguinte!

    • Ivaldo Souza
      26 de janeiro de 2012 at 15:10

      Amém!

  25. Mônica a professorinha
    23 de janeiro de 2012 at 22:14

    esse tal geraldinho do vale é mesmo um truculento estúpido, está nos obrigando a sair às ruas

  26. 23 de janeiro de 2012 at 22:13

    Proponho prêmio especial Sandra Cavalcanti (aquela que amava mendigos) tanto ao governador (que saudades do Lacerda) quanto ao prefeito da cidade. Ah, ao juiz -- irmão de deputado do partido dos homens bons -- também.

  27. mineirim di beagá, o bão geral
    23 de janeiro de 2012 at 22:11

    O que é Wall Street?

    É o nome da rua onde está localizado o mercado financeiro em Nova York. Em 1635 construíram um muro na parte sul de Manhattan para proteger a cidade dos índios. O muro foi destruído e a rua construída em seu lugar ganhou o nome de Wall Street (Rua do Muro). Depois de 50 anos, foi tomada por comerciantes e bancos de investimento e logo tornou-se o centro financeiro dos Estados Unidos.

  28. Balce
    23 de janeiro de 2012 at 22:09

    Cara, não consigo nem rir de tão puto que eu to com esse massacre…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.