Magistrada insubmissa triunfa sobre os homens de bem

Eliana dos dedões

Esta senhora tem sido o motivo do pesadelo de muitos homens de bem da nação

Os tempos demoníacos do domínio escarlate feminino sobre os homens de bem teve novo marco infame ontem à noite com o triunfo da insubmissão  daquelas que não reconhecem os seus lugares em nossa sociedade tradicionalista e passam a afrontar os legítimos condutores da família, da nação e da Pátria. É uma pena que grandes magistrados nossos se deixem entorpecer pelo canto comunista da insubmissão e da revolta apoiando a livre desenvoltura daqueles que chefiados por uma mulher partem ostensivamente para a afronta aos homens bons da magistratura nacional, deveras lamentável.

Ao rejeitar a correção àquela senhora tresloucada que chefia o tal órgão inócuo, a mais alta corte perde a chance de fazer justiça aos magistrados de bem e aos homens bons como um todo, demonstrando quem é que manda neste país tupiniquim. Sim, perdemos por pouco, mais é um absurdo que tantos tenham passado para o lado deles naquele momento fatídico recém encerrado. Enfim, mais um golpe cruel sobre os já combalidos estamentos da República. Lamentável!

46 comments for “Magistrada insubmissa triunfa sobre os homens de bem

  1. Inquisidor mor
    6 de fevereiro de 2012 at 16:41

    Tomara que a Ministra invada o “Pinheirinho” dos Homens de Bem(NS)…..

  2. PadreQuevedo
    4 de fevereiro de 2012 at 13:02

    Comendador e Senhores,

    Descobri FHC, o Príncipe da Itália. Esse tal de Mário ( o que te carcou atráz do armário) é um sábio que nem o Ociólogo, o que até na reprodução prefere terceirizar (por falar nisso vocês sabiam que em Portugal, terceirizados são chamados de trabalhadores precários? Sábio povo português).

    Comparo o Mário aí do link, lembrando que FHC disse, no auge da crise: O Brasil tem 30 milhões de inimpregáveis; não tem jeito, essa é a verdade…. como se o problema não fosse com ele. Que grande filho da Pátria!

    Saudações!

    http://diariogauche.blogspot.com/2012/02/faz-calor-nos-paises-fuleiros.html

    • Madalena da Vila
      4 de fevereiro de 2012 at 13:40

      Imaginar que desemprego em massa nada tinha a ver com o presidente da república; imaginar que era o pai de filho de outro. Sinais preocupantes.

  3. Cachorrinho pulguento
    4 de fevereiro de 2012 at 12:43

    Grandississimo e meretissimo professor hariovaldo
    Nobre confrades

    Peço a vos que façam uma força tarefa, invadam o site do mascate das autopeças e resgatem um nobre que bebeu cachaça barata, invadiu o site vermelhusco e passou a falar besteiras por lá. O coitado está apanhando de todo mundo!

    Ps: Ele está usando o codinome augusto para não revelar sua verdadeira identidade!

  4. Mineirim de BHZ, o original.
    4 de fevereiro de 2012 at 9:28

    Apos a derrota dos homens probos da magistratura da nação, vejam o que nos reserva. è o inicio do apocalipse.<object style="height:

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=YXI6LHGFGxg#t=0s

  5. mineirim di beagá, o bão geral
    4 de fevereiro de 2012 at 0:27

    No desenho Bobby Pai e Bobby Filho, o que aconteceu com a Bobby Mãe?

    A “Bobby mãe” nunca apareceu no desenho. “Às vezes, determinados personagens não interessam para o autor; então, ele simplesmente os ignora”, explica o colecionador Marcelo Alencar. Segundo ele, é muito comum criadores de desenhos animados e histórias em quadrinhos utilizarem tal recurso. Ele lembra, por exemplo, que nos quadrinhos do Pato Donald, houve apenas uma participação da mãe dos seus sobrinhos. Quanto ao pai, nunca foi citado. Da mesma forma, nas histórias do Bobby Pai e Bobby Filho, o personagem mãe, aos olhos do autor, não deve interferir na trama.

    • Madalena da Vila
      4 de fevereiro de 2012 at 13:25

      Minerim, meu querido
      Creio que você já tenha colocado esta questão por aqui também:

      http://br.answers.yahoo.com/question/index?qi
      d=20060609112006AADZQx7

      A propósito, não me lembro onde alguémm observou que os personagens das historinhas de Disney, a maioria criados antes dos anos sessenta, e ainda na esteira das restrições maccartistas, passam a imagem de assexuados. Além de também passarem ao largo de qualquer questão que cheire à política.
      De qualquer forma, no caso especial de Disney, a exclusão de tais personagens terá contribuido para as historias terem o jeito e gosto de algo que só muito depois seria imaginado no Brasil: picolé de xuxu.

  6. Pe. Isacariotes
    3 de fevereiro de 2012 at 21:29

    Embora ela durma nos braços de Satã, eu a adoro.

    http://www.youtube.com/watch?v=rAVpLu8zliE&feature=related

  7. Roberto
    3 de fevereiro de 2012 at 20:34

    Em que mundo o senhor vive? Nunca li tanto delírio.

    • Vivi
      3 de fevereiro de 2012 at 20:48

      kkkkkkkk
      outro que ACREDITOOOOOOOOUUUUUUUU!

    • D. Sebastião
      3 de fevereiro de 2012 at 20:56

      Mais um Fabríco à solta…
      Mas, como sempre digo, temos a missão (dada por São Serapião -- com seu cajado, off course) de levar o lume à Confraria dos Fabrícios.
      Ainda bem que tomei meu lexotan hoje….
      Filho, ingnorante Roberto, prestai atenção na essência da filosofia hariovaldiana! Saia da caverna onde se encontra o populacho, e vinde a nós, de coração e mentes abertas. Tua salvação depende de ti, como diria nosso não menos amado São Tomás de Aquino.

    • Colonel Camacho
      4 de fevereiro de 2012 at 14:36

      Vem cá, comuna bobinho, que eu eu tenho dos paus-de-arara pra você.

      Um é aquele instrumento de fazer carícias em comunista preso, fazendo passar 48 horas pendurado na posição “frango assado”.

      O outro é um caminhão coberto de lona, pra te despachar de volta lá pra Pindaíba de Dentro!

      É cada um que me aparece aqui, viu?

      • Lincoln
        4 de fevereiro de 2012 at 15:33

        Colonel, esse rapaz é mais um Fabricio que invade o nosso Santo espaço abençoado por S. Serapião. É um Roberto Fabricio.
        Anauê!

    • 9 de fevereiro de 2012 at 22:38

      A ironia é arma sorrateira…

  8. Deoclécio Damião Styzcnonovic
    3 de fevereiro de 2012 at 14:28


    Eu não sabia que a Lolita Rodrigues era magistrada

  9. Comendador Phyntias
    3 de fevereiro de 2012 at 14:24

    Mestre Hariovaldo: esta sua postagem fez-me pensar seriamente em um conceito histórico que começa a se aplicar nas bandas deste Brasil sem rumo… Dizem os estudiosos que a humanidade primeiro se fez civilizada ao agrupar gentes em torno de uma casa, deixando de ser nômade submetendo-se a um sistema matriarcal. Só mais tarde, nós os homens de bens, conseguimos de novo nossa independência e o domínio que nos foi tirado desde as cavernas. Parece que novo ciclo se avizinha e aqui se faz presente. A mulherada tá que tá… Até aqui em casa tem Emengarda mandando demais… êpa..êpa…baixa a vassoura mulher!!! Êpa… sai..sai…

  10. Mariana Martins
    3 de fevereiro de 2012 at 14:17

    Mestre triunfal,

    Como diria meu pai: ETA MULHERADA DANADA.

  11. Madalena da Vila
    3 de fevereiro de 2012 at 13:51

    Que bicho vai dar hoje?

    • D. Sebastião
      3 de fevereiro de 2012 at 21:04

      Cobra, com 36…escreve aí.

      • Madalena da Vila
        3 de fevereiro de 2012 at 21:17

        Era a minha aposta!

      • mineirim di beagá, o bão geral
        4 de fevereiro de 2012 at 12:26

        çerra 45 é igual cobra 36 -- 4+5=9 3+9=9 cqd

      • mineirim di beagá, o bão geral
        4 de fevereiro de 2012 at 12:27

        3=6=9 …. discupa a falta de traquejo cum os numero.

      • emerson57
        4 de fevereiro de 2012 at 15:00

        soror madalena,
        dom mineirim,o mió,
        boas notícias:
        dizem que çerra já aceita a candidatura…………….
        e afirmam que no dataprado ele já lidera com 113% (!)
        -tremei fernando haddad (0,064%)(esse, só porque tem diploma de mestre e de doutor, se acha!)

    • emerson57
      3 de fevereiro de 2012 at 23:04

      çerra 45

      • Vivi
        4 de fevereiro de 2012 at 10:33

        tava demorando

      • emerson57
        4 de fevereiro de 2012 at 14:43

        saudade queridíssima vivi……………….
        fz u q ?
        disso tambem:
        “é u guverno di sumpaulo trabaiandu prá suncê”

  12. Don Joze de Pan y Agua
    3 de fevereiro de 2012 at 12:50

    Judicioso e judicante Mestre, confradas e confrades,

    Lembrando aquele livro daquele italiano, Lampada Usa, se não me falha (o livro seria o Léo Pardo), nossas preocupações serão fugazes.

    Encontraremos uma promoção irrecusável para essa comunista Calmon e colocaremos na presidência desse nefando CNJ alguém confiável, um Gilmar, um Melo ou um Peluso. Ou até mesmo um augusto Nunes.

    São Serapião velará por nós.

  13. Vivi
    3 de fevereiro de 2012 at 12:14

    Mais uma insubmissa!
    Assim não dá…
    Viva Eliana Calmon, uma mulher de bem, corajosa, digna, íntegra, sábia, proba, incorruptível, brava, ousada, destemida… ops… pura empolgação

    Sent form my DumbPhone

    • D. Sebastião
      3 de fevereiro de 2012 at 20:57

      Faço minhas suas palavras confada Vivi.

      Sent my phone made in china

  14. Leitor da Veja
    3 de fevereiro de 2012 at 11:31

    Mas temos também notícia boa. A partir de março nós poderemos ver o homem bom ao vivo e a cores na TV Cultura de São Paulo.

    Do site Comunique-se:

    Veja e TV Cultura acertam parceria para exibição de jornalístico

    De Anderson Scardoelli:

    A partir de março, um novo jornalístico ocupará a grade de programação da TV Cultura. Em parceria com a revista de maior circulação no País, a emissora da Fundação Padre Anchieta vai transmitir o ‘Veja na TV’. A atração irá ao ar durante as noites de terça-feira, após o ‘Jornal da Cultura’.

    Além da TV, o programa será exibido ao mesmo tempo na Veja.com. Porém, quem acompanhar o ‘Veja na TV’ pela internet terá um diferencial assim que cada edição chegar ao fim: participar do chat com o jornalista Augusto Nunes, que estará à frente do projeto que marca a parceria entre a Cultura e a publicação da Editora Abril.

    O projeto representa o retorno de Nunes à TV Cultura. Ele foi entrevistador do ‘Roda Viva’ de julho de 2010 a agosto de 2011, época em que a atração foi comandada por Marília Gabriela. De 1987 a 1989, o programa criado há 20 anos foi apresentado pelo jornalista, que atualmente mantém uma coluna na Veja.com.

    • SáeBenevides
      3 de fevereiro de 2012 at 12:10

      Cultíssimo e Informadíssimo Leitor de Veja,

      grande vitória para nossas cores!

      Com o Gugu na televisão (não aquele esquisitinho criado pelo Silvio Santos) a Ruiva Búlgara e o Molusco Noveunhento serão desmascarados.

      Mal posso esperar. Penso até na possibilidade de deixar Mônaco e voltar para a Terra de Santa Cruz.

      Alvissareira notícia!

    • Don Joze de Pan y Agua
      3 de fevereiro de 2012 at 12:19

      Confradas e confrades,

      Assistirei esse programa durante sua transmissão e ainda gravá-lo-ei para assistí-lo todas outras noites da semana.

      Impressionante o passo que a TV Cultura, de São Paulo (tinha que ser), dá em direção à cultura.

      O chat com o culto e isento jornalista Augusto Nunes, com certeza, não será chato.

      Meu único medo é de o céu cair sobre nossas cabeças, já que apenas chuva parece não estar resolvendo.

    • Padre Quevedo
      3 de fevereiro de 2012 at 14:02

      Caro leitor desse lixo, ops, desse libelo pela democracia que é a Revista Veja.

      Não sei não. O Gugu na Cultura deixou de ser o pitbull que ofende todo mundo e se comportou como uma “pudoll”. Esse rotwaille é Lassie. Pegou leve com os entrevistados. Teve a chance de massacrar o Dirceu quando ele foi lá mas “mijou prá tráz”.

      Bem, como diz reinardo de dos corgo, “ninguém assiste aquilo mesmo!”

      Saudações!

    • D. Sebastião
      3 de fevereiro de 2012 at 21:02

      Caro Vejófilo.

      Muito me alegrou o coração ler tão alvissareira notícia.

      Somente deixo ao Confrade (muito informado sobre o pasq..digo periódico do Victor) uma pergunta: o moderado Reinaldo Azevedo, mas conhecido nas hostes da blogosfera como Uncle King não terá um programa na TV Cultura?

      Caso não tenha, proponho um abaixo-assinado enviado ao Palácio dos Bandeirantes para que exijamos a presença de Reinardo de Dois Córgo.

      Sugiro enviar o abaixo assinado, especificamente ao Gabinete à prova de Vaias, inaugurado por estes dias pelo nosso amado Picolé de Pinda.

      Agora sim!! Çerra ainda é 45???

  15. Pe. Iscariotes
    3 de fevereiro de 2012 at 10:02
    • Pe. Iscariotes
      3 de fevereiro de 2012 at 10:08

      Sei que é proibido “linkar” sites avermelhados, mas este estava tão azulzinho (até o sol nascer amarelinho), que me enganou.

      • Vivi
        3 de fevereiro de 2012 at 11:40

        Acho que o profi vai perdoar, afinal, trata-se de gente que bate e finca pé a sangue de rei…

    • mineirim di beagá, o bão geral
      4 de fevereiro de 2012 at 0:38

      Tomei o maior espor… digo bronca do profi quando publiquei um saite aqui, mas o padre pode né? E aí donvivi, e aí donana, e aí sô cantante, e aí …

  16. 3 de fevereiro de 2012 at 9:44

    ¨Esta senhora tem sido o motivo do pesadelo de muitos homens de bem da nação¨.

    Emendando…
    Principalmente para os homens de bens de Sumpaulo.
    Tó sentindo que o ocaso de Pinheirinho terá um revés juridico logo logo, tipo, cabeças vão rolar quando a caixa-preta do judiciário local e estadual forem abertos.

    Sinto que a juizinha de Pinheirinho não será nomeada desembargadora e aquele desembargador bebum recentemente nomeado depois de ter sido pego no transito de Sumpaulo fazendo estripulias que acabou com processo de exoneração do delegado de uma sucursal paulista vai dar muito pano pra manga da Corregedora.
    Esse Judiciário paulista custam muito a industria têxtil do Brasil, sorte que Dilminha está reforçando a industria nacional de tecido.
    Vai fundo corregedora! A industria nacional está com tecidos em estoque pra lá de metro, menina! E muitos profissionais de costura estão de plantão para as devidas ordens.

  17. 3 de fevereiro de 2012 at 9:41

    Professor Hariovaldo, desculpe a minha franquesa mas o sr. foi muito infeliz com o seu comentário, acho que não prestou atenção nas palavras do Ministro Gilmar, ainda tem tempo de se desculpar pelo o que o sr. escreveu.
    Cordialmente, Manoel Arede

    • Sílvio Caldas
      3 de fevereiro de 2012 at 11:19

      Sr. Fabrício Arade
      Dobre a língua fabrício ateu comunista.
      Nem o mestre, nem nenhum de nós, os homens bons, pede desculpas a quem quer que seja.
      Quem pede desculpas é a choldra, a gentalha, o tipo de seres nauseabundos da sua laia.
      Mas nós, os ungidos pelo criador, o perdoamos, pois entre as milhões de virtudes que possuímos, a principal é a humildade franciscana. Por isso hoje mesmo estarei em novena a S. Serapião pela salvação de sua alma. Amém.

    • Padre Quevedo
      3 de fevereiro de 2012 at 14:09

      Senhores,

      Quando eu digo “fabrícios de todos os naipes” estou classificando os fabrícios. Tem aqueles que já vem xingando, mandando todos pro inferno, defendendo os comunistas com unhas e dentes….

      Mas tem aqueles, igual a esse fabrício Arede: educado!!!!

      Tanto para os outros, quanto para esses tipinhos sonsos e cheios de salamaleques, eu sempre digo:

      “ELES ACREDITARAM!!!!!”

      Saudações!

      • Mineirim de BHZ, o original.
        4 de fevereiro de 2012 at 9:20

        Querido Padre, percebe-se que nosso amigo português não tem a alma poética de um Camões, mas não o culpo, quem nasceu Manoel nunca sera um Prof Hariovaldo, mas Fabricio ele não é. E você acreditou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.