Diário dos homens bons homenageia as bodas de herói brasileiro

Feliz a pátria que possue a seu serviço uma imprensa livre e ética, na mão de poucos, mas justos e intelectualmente honestos homens de bens e benz, (perdoando pelo pleonasmo), sem a imposição de regulamentações autoritárias, aliás sem qualquer necessidade de regulamentação, tamanha a isenção e seriedade com que a gentalha é informada.




Feliz a pátria em que heróis perseguidos pela sanha populista de ateus bolivarianos bolcheviques, são homenageados em suas bodas, assunto de interesse público, por uma magnífica cobertura.

Feliz a pátria em que nossos (das pessoas de qualidade, das que contam, dos bem nascidos, naturalmente) órgãos de informação e notícias transbordam boas intenções e homenageiam quem realmente merece.

Feliz a pátria em que governos comunistas e populistas são tratados como merecem.

Graças a San JoséMaria de Escrivá Balagüer e a San Francisco Franco,  é o caso da Terra de Vera Cruz, também conhecida como Estados Unidos do Brazil, que possue uma imprensa livríssima de propriedade de   grandes   filhos  da  pátria.

Vejamos como inocentes perseguidos, empresários heróis, são reabilitados e tratados pela boa Gazeta:

http://www.folhadobico.com.br/wp-content/arquivo/2017/07/cachoeira.jpg

Nossa livre imprensa não admite perseguições a inocentes filhos da pátria




Agora vejamos (põe vejamos nisso) como este governo autoritário e populista, bolivariano e comunista, ateu e bolchevique, incompetente e corrupto, é tratado com total isenção e boas intenções pela revista em que bons filhos da pátria transbordam e abundam em sua redação, em textos patrióticos como esse, que incentivam nosso empresariado a investir no progresso danação, para o bem de todos:

Conjuntura

Com reformas de Dilma, Brasil não é mais porto seguro

Presidente promove mudanças estruturais em curto período para estimular avanço da indústria, mas obtém o efeito contrário. Empresários são intimidados pela perda de previsibilidade econômica e paralisam investimentos

Dilmita

Búlgara pede confiança a investidor, mas suas ações acabam por afastá-lo

Ao longo de 2012, o governo da presidente Dilma Rousseff empenhou-se em adotar algumas medidas estruturais que seus antecessores, sobretudo o ex-presidente Lula, deixaram passar. Desoneração da folha de pagamento das empresas, mudanças no ICMS dos estados, barateamento das contas de luz, queda forçada dos juros, diversos pacotes de estímulo à indústria e privatizações marcaram o segundo ano desta gestão petista. Por trás de todo este aparato, há um anseio, com nuances autoritárias, de transformar o Brasil numa nação com indústria competitiva – quer seja essa sua vocação, quer não. Neste contexto, o setor industrial teria motivos para comemorar. Mas não é isso que se verifica. Segundo analistas ouvidos pelo site de VEJA, as mudanças – feitas de forma truculenta e atabalhoada, sem um período de adaptação – têm tirado do país um bem adquirido com muito esforço desde o início do Plano Real, em 1994: o da previsibilidade. Diante de um governo que metralha medidas, que são, em muitos casos, protecionistas, o risco de se investir aqui aumentou.

Realmente o país que tem uma imprensa assim não precisa de amigos, é tanta dedicação a liberdade, a humanidade e a fraternidade que chega a emocionar,  com essa imprensa estamos mais de 200 anos a frente de França!  A boa França do Rei-Sol.

Que isto sirva de lição aos que pretendem instituir uma regulamentação desnecessária, limitar a quantidade de propriedades de órgãos de informação nas mãos de uns poucos bons homens apenas pelo bel prazer de diversificar pontos de vistas, quando só existe um correto, e permitir opiniões exóticas: seria um erro que pagaríamos caro!

Não precisamos disso, já temos quem nos defenda!

27 comments for “Diário dos homens bons homenageia as bodas de herói brasileiro

  1. Andrade Correia Gautama
    3 de janeiro de 2013 at 0:50

    Absurdo dos absurdos é o que foi publicado por um tal de Novo Jornal, um panfleto virtual claramente a serviço das forças do mal…

    ““Ocultação de Patrimônio”. Laranja complica Aécio e Andréa Neves
    Arrolada como testemunha de acusação, ex “sócia” dos irmãos Andréa e Aécio Neves abre o jogo na PF e confessa que era apenas laranja.
    A situação do Senador Aécio Neves (PSDB/MG), complica-se cada vez mais, depois de divulgada por Novojornal a “Lista de Danilo de Castro”, que fundamentou a “Lista de Furnas”, descrevendo como foram distribuídos os recursos arrecadados ilicitamente por Dimas Fabiano na campanha de Aécio para governador de Minas em 2002.
    Decisões idênticas foram tomadas em relação a todas as iniciativas de investigações contra Aécio Neves e integrantes do Governo de Minas Gerais, que tramitaram na PGJ-MG nos últimos 10 anos. Atualmente encontra-se pendente de julgamento o pedido de reconsideração da decisão tomada.

    Em Brasília, o Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, determinou “sigilo total” sobre as investigações. Porém, procuradores críticos de sua atitude, por considerá-la partidária, informam que na semana anterior ao natal de 2012 chegou à mesa de Gurgel parecer de 35 páginas contendo levantamentos preliminares recomendando que fosse aberto procedimento investigatório.”

    Fonte: http://www.novojornal.com/politica/noticia/ocultacao-de-patrimonio-laranja-complica-aecio-e-andrea-neves-02-01-2013.html

  2. Mariana Martins
    1 de janeiro de 2013 at 10:07

    Mestre.

    Vossa Eminência esqueceu de colocar que o padrinho foi Civita; Assim fica bom demais….

  3. T. Mello Rego
    31 de dezembro de 2012 at 19:39

    Nobres confrades e confreiras, o ano se finda, por isso eu desejo a todos um bom 201…, dois mil e….2012 mais um ano.
    Foi um ano ruim, repleto de más notícia, a queda no desemprego, na taxa selic, e na lotação de aeroportos e shopings, infelizmente o ano que chega só trará mais más notícias, a queda das tarifas elétricas e outras bondades que o governo comunista do poste de saias faz com o sagrado dinheiro que economiza no superávit primário. É isso, bom ano novo, em 201… (me recuso a pronunciar ou escrever este número maldito).Que a casa grande volte a comandar os destinos deste nosso amado Estados Unidos do Brasil!

  4. 31 de dezembro de 2012 at 17:38

    Confrades opulentos,

    Já estou desfrutando do meu Perrier-Jouët, aqui na zona, do Euro, claro. Periferia, desculpe, mas chegarei em 2013 antes de vocês da América…
    Os que quiserem uma garrafa..
    http://www.clubprestige.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=99:perrier-jouet-o-champagne-mais-caro-do-mundo&catid=46:vinhosebebidas&Itemid=81

    Bonne année!¡Feliz año nuevo! -- Bonne année! -- שנה טובה! -- عام جديد سعيد ! -- Buon anno! -- Happy new year! -- Ein gutes neues Jahr! -- Feliĉan novjaron! -- Shanah Tovah! -- Annum Faustum!

    Alvissaras!

  5. Otavinho Mesquita Frias Marinho de Civita
    31 de dezembro de 2012 at 17:00

    Caros Confrades,

    Interrompi os festejos de Reveillon aqui na Rue Fochs, Paris, para desejar ao Mestre Magister Dr., PHD., MBA., Hariovaldo Almeida Prado e a todos os seus pupilos um Feliz 20…um Feliz Dois Mil e… . Melhor dizendo: Um feliz 2012 + 1 dia!!!

    Alvíssaras!!! Faltam apenas 32 anos, para o ano santo de 2045!!

  6. 31 de dezembro de 2012 at 13:54

    Confrades opulentos,

    hoje a imparcial gazeta, ESTADÃO, nos brindou com um artigo maravilhoso, certeiro, escrito pelo cauto, brilhante MARCO ANTONIO VILLA. O título é “A DÉCADA PERDIDA”
    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,a-decada--perdida-,979160,0.htm.

    O mesmo que fez previsões indefectíveis do ex-presidente(?) Lula.
    http://causameespecie.blogspot.com.br/2012/12/previsoes-para-eleicoes-municipais-de.html

    • Cachorrinho Pulguento
      31 de dezembro de 2012 at 17:04

      Li e reli duas vezes este maravilhoso texto do estercão… ops digo, estadão. Me sinto mais instruído e logo logo irei assistir ao jornau nacimau.

      Se eu não estou sendo bem claro, me desculpem; É que eu levei uma pedrada na cabeça e estou meio zonzo… Mas não tem problema não, amanhã é outro dia e um novo ano… 2014 se não me engano!

      Dizem que os homens bons criaram um calendário novo, o tucaniano. Calendário este que não possui anos terminados em TREZE!

      FELIZ ANO NOVO RAPAZIADA! …E MOÇADA TAMBEM!

      • 1 de janeiro de 2013 at 15:11

        Opulentíssimos,
        ainda ébrio pelas garrafas de Perrier-Jouët, provavelmente a mesma que toma nosso predilecto Little Charles Waterfall, na capa do Magazine dos homens bons, em verdade vos digo: Villa é YELLOW PRESS.

    • Ramsés II
      31 de dezembro de 2012 at 17:17

      Especiado,

      Esse brilhante Villa, intelectual frequentador de entrevistas da dupla patriótica Monica & Waack na Globosat, grande defensor da mansãogrande, tem toda razão!
      Foi uma década inteiramente perdida, desde 2002 multiplicamos o PIB em dólares por 5, o desemprego caiu de 10% para 5%, o salário mínimo passou de 70 dólares para mais de 300, nossa dívida externa evaporou, um-ab-sur-do!!!! E ainda fomos desafiar a Inglaterra, desrespeitando a economia da Rainha e tomando seu 5º lugar no concerto das nações, uma total falta de respeito e educação.
      Nada parecido com a boa década anterior do mentor do Doctor Villa, o grande PhD Farol, e seus auxiliares, o Mala M, o Franco, o gestor de fundos privados e banqueiro Armindo e outras competentes sumidades que levaram nossa economia do 7º para o 13º lugar no mundo, multiplicaram várias vezes nossas dívidas interna e externa simultaneamente, mesmo tendo faturado algum na boa privatarização de 2/3 das estatais, ainda se deram ao luxo de quebrar algumas vezes nossas finanças e providenciar uma economia de energia elétrica em 2001 de 8 meses de racionamento, tudo pelo planeta, tudo eco-lógico. Sem contar os incríveis “ganhos salariais” e o desemprego que científica e macroeconomicamente nos premiaram, diminuindo em muito dessa forma o custo Brazil.
      Grande Villa, grande, que saudades daqueles bons tempos, nossos governantes tinha verniz!!
      Só, como diz o Farol, liberando a erva mesmo!

      • Ramsés II
        31 de dezembro de 2012 at 17:22

        Onde se lê 5º lugar, leia-se 6º lugar.

    • Marquês das Pombinhas
      31 de dezembro de 2012 at 20:01

      Caro Espécime,

      Uma frase explica qualquer coisa dita pelo Villa: BULL SHIT!

      Amanhã é dia de inauguração de postes!

  7. SáeBenevides
    31 de dezembro de 2012 at 11:06

    Condestável Nomarca,

    uma cerimônia que redime os Homens de Benz!

    Um sinal de que, a partir de agora, tudo mudará! A Posta será derrubada pelos apagões, o Bode Capiroto Garanhunense será condenado às galés e a Ordem Natural das Coisas será restabelecida. Cada um em seu lugar! Populacho na senzala, mulher na tina de lavar e no fogão.

    Por Escrivá !

  8. Dr. Aratinga Weddellii
    31 de dezembro de 2012 at 11:00

    Prezad@s Confreiras e Confrades.
    A Búlgara escarlate e seus asseclas estão com seus garrões bolcheviques apontados para a soberania nacional. Rsrsrsrs. Querem alavancar a nacionalização da indústria. HAHAHA. Como se não fosse melhor ser subalterno ao North e exportar commodities.
    Mas a livre imprensa e o livre mercado estão atentos e vigilantes prestando um excelente serviço à pátria. Mostram-nos os legítimos interesses de toda uma nação, representada pelos programas e projetos tão bem sintetizados pelo Partido Só de Bens e seus coligados.
    No contraponto desse desonroso (des)governo impopular, a livre imprensa enaltece nossos heroes, os bem nascidos, bem criados e bem intencionados. São os industriais, banqueiros, barões da mídia, empresários de jogos, e outros verdadeiros heroes perseguidos, que ainda triunfarão para termos uma economia forte como vemos hoje na Europa.
    Tomemos o bom exemplo da Inglaterra , aonde a principal parcela do PIB vem do setor de serviços bancários. Isso sim é uma economia pungente, sofisticada, chique, com glamour.
    A agropecuária e a indústria, ou seja, a foice e o martelo, são símbolos de uma produção espúria, macabra, típica dos bolcheviques.
    Por isso, o neoliberalismo possui justos mecanismos para lhes impor dívidas, tal como tributos que não vão para a União e sim para os homens bons. Alguém tem que cuidar de investimentos e não de produção. Principalmente investimentos de curto prazo, com a Selic batendo na casa dos saudosos 30%, ou não haverá lucros satisfatórios.
    Confrades e Confreiras, vamos ficar de braços cruzados, acatando passivamente o que o tal de Carlos Marques propagou como mais valia e materialismo histórico? Quaquaqua.
    Faço coro ao Mestre: 1, 2, 3, Lulla no xadrez.
    Amplexos e um afortunado anno para Confrades, Confreiras, Fabrícios, e, neste espírito de fim de anno, também para a choldra.

  9. 31 de dezembro de 2012 at 10:54

    Bom dia.

    Ver estes dois mafios., digo, maravilhosos ex-nubentes brindando a impunid., ops, a liberdade, não tem preço!
    Trofeu Al Capone para a nossa Proba Imprensa Gloriosa.
    Acredito não ser a única Prensita de Mierda do mundo que consegue transformar o brega no chique, mas ninguém faz melhor que o nosso PIG.
    Viva La Siciliana (J. S. Bach).

    Saudações “Lula 2014; sempre“;

    Morvan, Usuário Linux #433640.

  10. Ramsés II
    31 de dezembro de 2012 at 10:46

    A nossa Gazeta não nos falta!

    • 31 de dezembro de 2012 at 12:17

      Boa tarde.

      Essa “Lei” precisa de certos aperfeiçoamentos, caro Ramsés II.

      Fosse eu o golpist., digo, o legislador, poria assim:

      -- “Lei proíbe eleição de ex-Presidente filiado ao PT“.
      Como se pode ver, uma Lei bastante eficaz, posto que específica…
      E aí, quem tem a Sarney como amigo, está bem servido (de inimigos) ou não?

      Saudações “Lula 2014; sempre“;

      Morvan, Usuário Linux #433640.

  11. emerson57
    31 de dezembro de 2012 at 10:04

    bom dia,(C° morvan, o bliasby)adormecido pharaó,
    a agora rainha da loteria zoológica é uma mulher boa!
    exemplo vivo para as piriguetes do bem.
    pelo seu amado enfrenta tudo, qualquer jogo para ela vale! e é uma mulher que mata no peito e, se preciso for, enfrenta até o juiz.
    é de fêmeas dessa espécie que o brazil precisa!
    o fantástico jornaleco não fez mais que a obrigação em dar o devido destaque às bodas do editor da co-irmã piguenta.
    graças a dom “chirico do tietê” e a “sir picolé de pinda” (http://namarianews.blogspot.com.br/2011/09/alckmin-9-milhoes-pela-fidelidade-da.html)o populacho poderá saber tudo nos exemplares distribuídos nas escolas e repartições da locomotiva da união.

  12. 31 de dezembro de 2012 at 9:47

    Sou daquelas mulheres, Professor Hari, Hamses cumpanheiros e cumpanheiras
    que só dizem sim,
    para uma coisa à toa,
    uma noitada boa,
    um cinema ou botequim,

    MAS não me venha beijar meus pés
    e depois na boca que aí num tem quindim.
    Só entre quatro paredes, querido!
    Na frente de todo mundo de quatro fica tão feim.

    Ah, essa gente provinciana,
    metida a bonitim, que coisa!!

    Não quero um homem de quatro,
    para ver seus fundins.

    Com todo o respeito a futura primeira dama da prefeitura de SP. Mas Dona Andressa não há dinheiro no mundo que pague isso aqui…
    http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcS34sg7CX6tenFMENDgjWxUg3cOvVIHQg9EkwaDF205Q-tozBYgId78lzwb

    Ai que minha menopausa acaba de me atacar. Num sei por quê?

  13. Padre Quevedo
    31 de dezembro de 2012 at 9:46

    Magnífico soberano conservado em salmora e defumado (tomes cuidado, oh infalível porque nesta época do ano as pessoas tem costume de devorar defumados e embutidos, em geral).

    Pelo visto és mais um dos vigilantes fiéis deste sacro espaço, já que até mestre Hari tomou chá de sumiço.

    Tem razão a nobre folha de embrulhar peixe e a revista de fofocas óia em dizer que o empresariado não embarcou nesse onda do governo bolchevista, que pretende estimular a economia com medidas pontuais. Os homens bons estão desconfiados, e com razão. Tenho um exemplo:

    Durante o ano de 2012, o governo através do Ministério da Fazenda e da Receita lançou um programa de incentivos chamado REINTEGRA. Esse programa consiste em “devolver” (em dinheiro vivo ou para compensar outros impostos) para as empresas exportadoras, 3% do valor das exportaçoes líquidas. É dinheiro prá c……!

    A filosofia da coisa é devolver para os exportadores os impostos “pagos” na cadeia produtiva dos produtos exportados, principalmente o PIS e a COFINS.

    Pois bem, a previsão do MF era que o valor pedido, só no ano de 2012, superaria 4 bilhões. O que aconteceu? Só 1,5 bilhão foi requerido! O que tá acontecendo? As empresas tão rasgando dinheiro, tanto que não precisam desse “ajutório”?

    Ora senhores, nós empresários somos espertos, não caímos nessa esparrela. Sim, já que prá receber esses míseros 3% temos que declarar toda a nossa renda. O governo quis nos pegar e caiu do burro. Bem feito prá vocês petralhas!

    Saudações!

  14. minêrim di beagá
    31 de dezembro de 2012 at 8:13

    Tendi maizômenos.

    • emerson57
      31 de dezembro de 2012 at 9:44

      bom dia minerin,
      tá tudim ixplicadim aki:
      http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=k5U1gNK1SkE
      prestenção na letra!

      • minerim di beagá
        31 de dezembro de 2012 at 10:15

        Agora sim, com este firme é mole pro Galo. Bão dimais sô. Brigado.

        • Ramiro da Cartucheira
          31 de dezembro de 2012 at 14:05

          Poizé, Mineirim
          2013, segundo pesquisa numerológica, patrocinada pelos empresários de jogos zoológicos(na pessoa do seu presidente sindical recém casado) é Peru (20) como campeão sulamericano das eliminatórias e Galo (13) como campeão Nacional, da Libertadores e do mundo lá no Marrocos (pra lá de Marrakesh!)
          (ainda bem que não teremos “bando de loucas” lá naquele país)

      • Vivi
        31 de dezembro de 2012 at 11:16

        perfeito, 57!

        • emerson57
          31 de dezembro de 2012 at 12:07

          importantíssima vivi,
          -- eu si esforço! kkkk
          bom ano novo a todos sobrinhos de tio hari e devotos de s.serapião!

          • Vivi
            31 de dezembro de 2012 at 13:52

            Alvivíssaras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.